Empreendedores querem a revitalização de toda a W3 e W2 Sul, não de duas quadras

Empresários, trabalhadores e comunidade que utilizam a W3 e W2 Sul estão unidos pela revitalização da W3 e W2 Sul por inteiro, no trecho das quadras 500


O projeto visa a reorganizar as calçadas e estacionamentos da W3 e W2 Sul,  além de um plano de arborização e paisagismo, revitalização dos becos entre blocos e organização da infraestrutura subterrânea. Essa reorganização não deve ficar pela metade, ela tem que ser feita por inteiro. Também queremos o VLT da W3 Sul e Norte.

ABAIXO ASSINADO - W3 e W2 Sul revitalização por inteiro - ASSINE AQUI


As vias W3 e W2 Sul são desafiadoras aos pedestres. Além do mau estado de conservação das calçadas, em muitas quadras as calçadas são invadidas por carros diariamente, faltam rampas de acessibilidade e as faixas de pedestre encontram-se apagadas ou mal iluminadas.

A revitalização da W3 e W2 Sul é importante por ser uma localidade histórica de Brasília, que abriga um número elevado de comércios. Com um projeto por inteiro, poderemos entregar o coração do Plano Piloto renovado para os brasilienses e brasileiros, no aniversário de 60 anos de Brasília a capital de todos os brasileiros.

Com o objetivo de oferecer mais visibilidade e acessibilidade a quem trabalha e compra na W3 e W2 Sul, facilitando a abertura de novas lojas e geração de emprego e renda.

Dessa forma os empresários, trabalhadores, comunidade e cidadãos interessados na revitalização da W3 e W2 Sul, solicitam ao Governo do Distrito Federal  e a Câmara Legislativa do Distrito Federal apoio para  revitalização da W3 e W2 Sul por inteiro.

Queremos a revitalização completa das avenidas W3 e W2 Sul, não somente em torno das Quadras SCRS 511 e 512 Sul. 

A revitalização da W3 ou de qualquer outra fração de nossa cidade, que desejemos vitalizada, animada, renovada, desde a alma até suas carnes, depende, além disso, vitalmente, de sua comunidade. 

Como teremos o sucesso de qualquer política pública de defesa e promoção da qualidade de vida da população, sem que a comunidade seja empoderada, sem que tenha poder para determinar os objetivos dessas políticas públicas? 








VLT de Brasília

A alimentação elétrica virá do chão para não ferir as regras do tombamento. O projeto foi aprovado pelo Iphan. O metrô leve da avenida W3 correrá onde hoje esta o canteiro central, portanto as faixas de veículos não diminuirão.










SOBRE O VEICULO
Velocidade de até 70 KM/h
Serão 39 veículos
44 metros de comprimento (ext.para 54 m)
2,65 m de largura
569 passageiros/veículo
12 mil passageiros/hora

PERCURSO
O projeto será composto por 25 estações
e três trechos, são eles:
AEROPORTO – TERMINAL DA ASA SUL – 6,5 km
TERMINAL DA ASA SUL – 502 NORTE – 8,7 km
502 NORTE – TERMINAL DA ASA NORTE – 7,4 km

ITINERÁRIO
O tempo de espera nas paradas será de três a quatro minutos, a cada quadra haverá uma estaçãoa.

IMPACTO NO SISTEMA DE TRANSPORTE

O metrô leve (VLT) deve transportar cerca de 120 mil passageiros por dia, esse é o número que hoje utiliza ônibus na W3, o novo meio de transporte deve diminuir em 30% o número de veículos na avenida.

CUSTO
R$ 990 milhões
(somente o primeiro trecho)



Compartilhar

About Paulo Melo

0 comentários:

Postar um comentário