O candidato a prefeito do município de Cidade Ocidental, Fábio Correa (Progressistas), no Entorno do Distrito Federal, tem visto sua idoneidade e honestidade apresentada em seus discursos de campanha colocada em xeque na reta final da campanha


Concorrendo a reeleição pelo município de Cidade Ocidental, o atual prefeito chamou a atenção pela suntuosa evolução de seu patrimônio em apenas 8 anos.

Em 2012 quando candidato a vereador pelo partido DEM e eleito com 574 votos, Fábio Correa declarou a justiça eleitoral não possuir nenhum bem em seu nome, como demonstrado no print acima.



Quatro anos depois, agora candidato a prefeito nas eleições de 2016, Correa vence as eleições com 11.641 votos. Fábio declara para a justiça eleitoral um patrimônio de mais de R$433 mil reais, entre gado, cavalos de raça, dinheiro em espécie e fazenda, conforme comprova as informações retiradas do portal do TSE.

Agora, em 2020, concorrendo à reeleição para o cargo de prefeito, a cifra milionária declarada pelo candidato foi de exatamente R$1.362.431,34. 



O que chamou a atenção da nossa reportagem é que só com o salário de prefeito de pouco mais que R$9.700,00 livre de impostos, levaria mais de 11 anos para que uma pessoa normal acumulasse tamanho patrimônio aplicando todo o dinheiro sem gastar nenhum centavo.

O fato tem levantado no Ministério Público e na população de Cidade Ocidental a suspeita de enriquecimento de forma ilícita. 

E fica aqui nossa pergunta: De onde veio todo este dinheiro, senhor prefeito?

Fontes: Declaração de bens conforme consta no site do TSE

Fonte: Blog do PAULO MELO

Compartilhar:

Paulo Melo

Comente:

0 comentários