As mães são o canal de chegada à vida. Tanto o pai quanto a mãe são importantes, mas a vida só se concretiza quando a mulher aceita ser mãe e permite que um bebê venha ao mundo por meio do corpo dela. Por ser a figura central na gestação de outras vidas, a mãe se tornou uma figura que desempenha um papel com muitas expectativas, tanto suas quanto de outras pessoas. Todavia, embora tenham em si o dom de dar a luz, as mães são pessoas normais sujeitas a desafios e conflitos.

Assim, todas essas expectativas podem gerar frustrações em ambas as partes da relação maternal. Segundo a terapeuta e facilitadora de consciência Bianca Drabovski, “as mães são pessoas comuns como todas as outras. Carregam alegrias e dores, que podem ser passadas para a frente. Não por vontade delas, mas porque foi também o que elas receberam de seus ancestrais e da vida”. Em outras palavras, muitos conflitos que ocorrem no decorrer da nossa vida podem estar intimamente ligados com o fato de a nossa mãe também ter sido vítima do mesmo conflito.

“Somos todos vítimas de vítimas”. Essa é uma maravilhosa lição que Louise Hay nos dá em seu livro VOCÊ PODE CURAR A SUA VIDA. Essa frase, embora curta, diz muito sobre nós e os nossos relacionamentos com as pessoas ao nosso redor. Todo mundo já sofreu alguma vez na vida e, quando se afirma que somos vítimas de outras vítimas, percebemos que tudo é um ciclo que pode se repetir. No relacionamento maternal, esse sofrimento pode transferido de mãe para filho, criando um padrão de comportamento.

Desse modo, Bianca explica que, “algumas situações na nossa vida acabam influenciando as nossas atitudes. Assim, o que sofremos, mesmo que sem saber, fica gravado no nosso subconsciente e, desse modo, tem grande poder sobre as nossas ações e sentimentos”. Se nós nos sentimos abandonados, acabamos repetindo esse sentimento, de forma a se estender pelo resto da nossa vida.

Portanto, quando as mães têm algum tipo de atitude que se direcione com algum sentimento de rejeição, mesmo que por um breve momento, aos filhos, esse último é afetado com uma série de registros corporais que podem determinar as suas ações e sentimentos no decorrer da sua vida. A terapeuta exemplifica: “Se uma mãe, quando descobre a gravidez, sente, mesmo que rapidamente, um sentimento de despreparo e que a gestação não veio em um bom momento, a criança, ainda no ventre, pode vir a adquirir um tipo de marca desse sentimento”.

Não existe julgamento sobre isso. Estamos falando de um olhar além do aparente. Onde situações, traumas, medos, não podem ser evitados e geram consequências. Partindo de um ponto de vista, onde tudo que acontece é necessário para o nosso crescimento pessoal e espiritual.

Por isso, é muito importante olharmos para o que não está funcionando na nossa e vida e perceber que isso pode estar ligado ao fato de ainda estarmos presos nesses sentimentos que ficaram registrados. Além disso, a realidade atual também pode ser influenciada por sentimentos de julgamentos que temos direcionados às nossas mães. A especialista afirma que, “quando nós criticamos as atitudes das nossas mães e julgamos elas, nós sistemicamente nos colocamos acima delas. Pelas leis universais que regem o sistema familiar, os pais são os grandes e os filhos são os pequenos. Isso significa que os filhos não devem se posicionar como maiores e melhores que os pais, pois isso causa um desequilíbrio dentro do sistema familiar”.

Essas leis, que atuam independente da nossa percepção, determinam que honrar os pais está relacionado ao nosso sucesso e bem estar. Nesse caso, o sentido de honrar está relacionado a compreender e reconhecer que o que existe de mais importante, os nossos pais já nos deram, que é a vida. Assim, independente de todos os conflitos que surgiram, a nossa mãe deu tudo que ela tinha para aquele momento. Amou um amor maior que ela, de modo que não era possível dar mais do que isso. Ainda que aos olhos dos outros aquilo que foi dado não seja considerado amor. Honrar os nossos pais, portanto, é entender que eles deram o melhor que podiam dar naquela situação. “Enxergar que tudo o que foi vivenciado não é culpa de ninguém, é o primeiro passo para perdoar a si e aos seus pais”, comenta a terapeuta.

Bianca ainda explica que “repetir o mantra a seguir por 21 pode liberar traumas e outros sentimentos que ficam presos no nosso corpo”:

Querida mamãe, te libero de todas as minhas expectativas. O que recebi de ti foi mais que suficiente. O que recebi de ti foi o mais importante: a vida.

“Tornar essa frase uma oração é o melhor presente que uma mãe pode receber, porque é uma liberação da mãe e dos próprios filhos de acontecimentos que marcaram as suas vidas. Desse modo, é importante, para poder ter uma vida mais leve e feliz, não ficar apegado às dores e problemas que aconteceram, mas ao contrário, tomar a vida para si e seguir em frente com tudo o que a ancestralidade e o Universo nos dá”, finaliza Bianca.

Serviço: Bianca Drabovski Chemin

Co-criadora da Descompressão Tecidual Global, Facilitadora de Consciência e Terapeuta em Saúde Integrativa.

41.98896.1704

@bianca.consciencia

@bianca.consciencia

https://www.youtube.com/channel/UCQOsEgQOpzdoCLuqPhXzCog

contato@biancaconsciencia.com.br

www.biancaconsciencia.com.br

Rua Boanerges de Menezes Caldas, 264, Boa Vista, Curitiba -PR.




O desembargador James Eduardo Oliveira, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), suspendeu decisão da 1ª instância que autorizava uma loja de um shopping de Brasília a alterar o índice de correção do contrato de locação. Com isso, foi mantido o IGP-DI, o mais comum neste tipo de atividade, preservando o que está previsto no contrato.

O lojista pedia a troca do IGP-DI pelo IPCA (Índice de Preço ao Consumidor Amplo), que é medido pela inflação. A Justiça havia deferido o pedido de modificação do índice de correção em 21 de março, sob a alegação de que a pandemia do novo coronavírus impactou o desenvolvimento de diversas atividades comerciais e profissionais e que o índice utilizado é desproporcional à realidade do país. O desembargador do TJDFT, no entanto, suspendeu a decisão nessa quinta-feira (7/5).

O ParkShopping, do grupo Multiplan, sustentou que a decisão foi proferida sem oportunizar o contraditório. O shopping também afirmou que no curso da pandemia houve aditamento contratual para isentar a cobrança de aluguéis e instituir descontos expressivos.

Disse também que no “aditamento foi ratificada a cláusula contratual relativa ao índice de reajuste do valor do aluguel, o qual reflete a inflação e o custo dos produtos e insumos utilizados na operação, manutenção, atualização, reforma e modernização do shopping center” e que não há prova de que o reajuste do aluguel provocou onerosidade excessiva.

O ParkShopping é representado pelo escritório Caputo, Bastos e Serra Advogados. Na avaliação do advogado Gustavo Marinho, deve ser respeitada a convenção do IGP-M/IGP-DI, pois representa o índice de correção monetária que melhor acompanha a variação do setor de locação. “Durante o período mais crítico da pandemia, o shopping conferiu inúmeros benefícios à locadora e aos outros lojistas em relação às demais obrigações contratuais, inexistindo motivos que justifiquem a substituição, via tutela provisória, do índice de reajuste do aluguel previsto no contrato”, pondera .

Na decisão, James Eduardo Oliveira pontua que a pandemia pode acarretar disfunções obrigacionais graves o bastante para respaldar o reequilíbrio econômico-financeiro do contrato. “Contudo, a natureza e a complexidade da relação contratual existente entre as partes recomendam que qualquer intervenção judicial nesse sentido seja precedida do mínimo contraditório, mesmo porque demanda o esquadrinhamento de vários aspectos jurídicos e financeiros para se concluir pela presença dos seus requisitos legais.”


 pessoa e ainda aliar tudo isso ao preço que deve se adequar ao bolso do pagante, presentear uma pessoa pode ser difícil. Todavia, a questão se torna ainda mais complicada quando o assunto é presentear a própria mãe. 

Presentear a mãe geralmente não é fácil. Por ter dado o melhor dos presentes aos filhos, que é a vida, um presente à mulher mais importante das nossas vidas deve descrever todo o sentimento de gratidão que sentimos. Por isso, para conseguir repercutir em um só objeto todo o amor, carinho e admiração que se tem pela figura materna deve-se ficar atento ao presente que se dará. 

Segundo Janaina Pontes, confeiteira especializada na produção de doces gourmets, “para não errar no presente de dia das mães, o ideal é sair do comum. Porta retratos, perfumes e jóias são objetos populares que não conseguem transmitir todo o sentido dessa data. Assim, a tendência é investir em presentes artesanais”. Dedicar à mãe algo feito especificamente para ela, criado com atenção e carinho que deixa de lado a quantidade, mas preza pela qualidade, é uma das melhores formas de demonstrar o apreço por essa mulher. 

Um presente artesanal, por ser feito manualmente, consegue transmitir um sentimento maior à pessoa que será presenteada. Janaina afirma que “uma ótima alternativa para presente artesanal de dia das mães são os chocolates. Além de saborear a vida, os chocolates produzem no corpo uma substância chamada de serotonina, que está associada à felicidade”. Em outras palavras, usar os chocolates como presente de dia das mães é dar à sua mãe um dia mais feliz. 

Sem precisar de muito investimento, visando um momento de pandemia, no qual todos estão preocupados com a situação financeira do país, os chocolates são uma alternativa sem erro. “O chocolate é o doce favorito dos brasileiros. Quem resiste a um bom brigadeiro e um docinho feito com amor e cuidado?”, alerta a confeiteira.

O dia das mães é uma data que pretende homenagear todo o cuidado, amor e carinho que as mães têm com os seus filhos. Por isso, Janaína afirma que, “como mãe, entendo a importância dessa data. Assim, os doces do ateliê são feitos de mãe para mãe”.

Serviço: Janaina Pontes
Doces finos, Bolos Personalizados e Cursos de Confeitaria

Ateliê Janaina Pontes
@ateliejanainapontes

(41) 998714771

Rua Doutor Pedro Augusto Menna Barreto Monclaro, Água Verde. N° 482, sala 01.



O Dia das Mães é uma data móvel, ou seja, o dia a ser comemorado depende do ano, mas no Brasil é sempre no segundo domingo do mês de Maio. Em vários países é comemorado em outras datas, que vão desde março até dezembro




Para trazer conforto, segurança e muito sabor às mesas brasilienses, a Galeteria Beira Lago resolveu apostar na tradição do galeto assado na brasa, acompanhado por maionese, salada verde, farofa, massa caseira à bolonhesa, molho de ervas, polenta frita e arroz, resgatando o clima de família nesse Dia das Mães com muita responsabilidade. O Dia das Mães é um dia para celebrar e agradecer a todas as mães pela dedicação, amor e carinho que dão aos seus filhos diariamente.

A Páscoa é considerada uma das festas mais importantes para os cristãos, pois celebra a ressurreição de Jesus Cristo, que morreu com o intuito de libertar a humanidade do pecado. Assim, a Páscoa judaica também comemora a libertação do seu povo, que era escravizado. A Páscoa marca o fim da chamada Semana Santa, que se inicia no Domingo de Ramos e termina no Domingo de Páscoa.

Quando se quer almoçar uma comida gostosa e rápida: a Galeteria Beira Lago é a sua melhor opção. Localizada no Lago Sul, a comida de boa qualidade, o ótimo atendimento e a rapidez para o alimento chegar à mesa são o diferencial de qualquer outra casa. A casa oferece um prato único: galeto assado na brasa, acompanhado por maionese, salada verde, farofa, massa caseira à bolonhesa, molho de ervas, polenta frita e arroz. O franguinho chega às mesas sem parar, até que o cliente diga que está satisfeito.

João Miranda, sócio proprietário da Galeteria, já abriu 17 restaurantes em Brasília, dentre eles o Fogareiro, na Asa Norte e o Babytique, na rua dos restaurantes. "Fiz uma análise no ano de 2007 e percebi que faltava em Brasília uma casa de rodízio de carne branca", conta.

A galeteria possui estacionamento amplo, espaço agradável para cinco ambientes e atualmente está funcionando somente no horário de almoço, devido à pandemia. Neste final de ano, está com agenda aberta para confraternizações e eventos corporativos durante o período noturno.

Atualmente o restaurante tem um dos melhores espaços de Brasília. "Tenho uma vasta experiência no ramo. O estacionamento é muito bom, digo que de restaurantes é um dos mais amplos que tem na capital federal. É uma casa grande, são 5 salões, a casa é imponente, com ar condicionado, nossa arquiteta Monica Pinto foi muito feliz no projeto. O atendimento é rápido, a carne branca é um sucesso no mundo, o galeto não tem hormônio.", afirma Miranda.

"A casa desde 2007 é um sucesso de público. Estamos perto da Câmara, Senado, Tribunais, durante a semana recebemos os funcionários públicos e os políticos. No final de semana recebemos as famílias daqui dessa região mais próxima", comenta Miranda, proprietário.

A casa é reconhecida pelo tradicional rodízio de galeto elogiado por todos, com acompanhamentos e temperos especiais, dentre elas a salada de maionese e a polenta. A galeteria já foi eleita por várias vezes a melhor de Brasília.

Miranda é um dono que, diferente de muitos outros, também trabalha na casa auxiliando seus 27 funcionários, cativando seus clientes com bom humor, conversas na mesa e fotos. "A galeteria é uma casa super familiar, agradável. A comida é rápida, no máximo 5 minutos a comida já está na mesa. Estamos aprimorando nosso atendimento, vou às mesas falar com meus clientes. Eu trabalho na empresa, eu vivo o meu negócio. E graças a Deus faço o que gosto", conclui.

É comum no Dia das Mães os filhos fazerem surpresas às suas mães, dando presentes ou organizando atividades que demonstrem toda a admiração que sentem por ela. Em tempos de pandemia, em vez de promover encontro de famílias, invista em outros tipos de surpresa e zele pela saúde da sua mãe.

O melhor Galeto de Brasília é na Galeteria Beira Lago!

Serviço: Dia da Mães na Galeteria Beira Lago
Endereço: Setor de Clubes Esportivos Sul, trecho 2, conjunto 32/33, ao lado do Pier 21;
Telefone: 61 3233-7700 / 61 99866-3466
Horário de funcionamento: Somente almoço – 11h30 às 16h. Sábado e domingo até 17h;
Rodízio de galeto: 69,90 por pessoa;
Site: www.galeteriabeiralago.com.br

 



No início do segundo semestre, precisamente em julho de 2021, a SysCoin Commerce, maior agência de ecommerce do Centro-Oeste brasileiro vai alçar voos em solo europeu. A operação SysCoin Itália promete revolucionar o processo de transformação digital do país

 

 

 

Para quem sonha grande, o céu é o limite e para quem coloca os sonhos em prática todas as possibilidades não tem fim. Essa é a máxima que acompanha a SysCoin Commerce, maior agência de ecommerce do Centro-Oeste do Brasil, que começou de forma tímida, mas assertiva a mostrra o seu potencial na Capital do país. Com uma expertise e vivência no universo de negócios digitais, a SyScoin chegou no DF em 2015 e já mostrou que muito poderia agregar, transformar e solidificar as empresas do DF, do Brasil e agora do mundo. Só em 2020, a empresa dobrou a meta estimada, alcançando 60% de crescimento e o volume transacionado na plataforma foi de 20 milhões de reais, crescendo mais de 300% em número de vendas por clientes. Além disso, com as soluções criadas pela agência, somente no ano passado 150 empresas foram beneficiadas com essa tecnologia.

 

O resultado disso não poderia ser diferente: a empresa cresceu, se destacou e ganhou amplitude internacional. A agência se prepara para aterrissar em solo italiano. O presidente da SysCoin Commerce, Leonardo Miranda, elenca os motivos que o levaram para chegar até esse país. “A Itália possui diversas similaridades culturais em relação ao Brasil, mas o que chama atençãé que se tratando de comércio eletrônico, hoje, estamos na 10ª posição do maior mercado de ecommerce do mundo, ficando atrás de países muito mais desenvolvidos como China, Estados Unidos, Reino Unido e Alemanha.

Quando olhamos para Itália, podemos ver uma oportunidade de crescimento para chegar num patamar nos próximos anos iguais ao do Brasil, em que estudos apontam que até o ano de 2023 deve ser 23.9 bilhões de euros.

A Itália tem pontos favoráveis quanto à solidez do mercado europeu e de sistemas logísticos bem estabelecidos”, defende.

 

Leonardo elucida que o objetivo é ajudar os negócios italianos no processo de transformação digital, ofertando desde a consultoria de como vender e fazer a presença digital até o desenvolvimento de sites, lojas virtuais, sistemas, aplicativos, marketing digital e identidade visual.

 

Como aconteceu essa transação?

 

 

A SysCoin já havia iniciado um processo de internacionalização pelos Estados Unidos e, recentemente, iniciou uma busca por um novo país. A porta se abriu por meio de um relacionamento com um italiano que permitiu a validação e a percepção do mercado.

 

Ausência de digitalização na Itália

 

Esse estreito relacionamento fez com que o Head Commerce Europe, Gabriele Rorandelli decidisse empreender neste projeto desafiador, que, segundo ele, teve duas razões principais que o impulsionou - uma forte inspiração dada pelo ambiente de negócio inovador encontrado no Brasil, por meio da SysCoin, e por uma evidente falta de digitalização na Itália. “O que me espera por lá é um desafio muito exigente, especialmente para adaptar o modelo de negócios e a cultura da SysCoin à Itália, uma nação em grande mudança que precisa de iniciativas como esta para acelerar seu desenvolvimento digital.

 

Para Rorandelli, a SysCoin Itália irá focar nas pequenas empresas, que foram as que mais sofreram com a pandemia e que precisam de uma presença digital mais forte e em sintonia com os tempos modernos. A expectativa é atingir um rápido crescimento, auxiliando o máximo de pequenos empreendedores, e oferecendo uma gama mais ampla e completa de serviços, integrando as competências da empresa brasileira com a italiana

 

Serviço: Grupo de jovens empresários de Brasília exportam tecnologia para Itália

Endereço: CA 01, SALA 469 SHOPPING DECK NORTE - Lago Norte, Brasília
Telefone: (61) 3968-1540
Site: 
https://syscoin.com.br/



Mulheres em situação de vulnerabilidade social poderão ter garantido o acesso a absorventes higiênicos gratuitamente em Valparaíso de Goiás. Esta foi a proposta apresentada pela vereadora Cláudia Aguiar durante a 25ª Sessão Ordinária



 A matéria institui e define diretrizes e políticas públicas 'Menstruação Sem Tabu', um programa de conscientização sobre a menstruação e a universalização do acesso a absorventes higiênicos em Valparaíso de Goiás, com intuito de regular e abordar o assunto da menstruação de forma mais ampla e como fator de redução das desigualdades sociais e direito ao recurso de higiene.

O acesso aos absorventes higiênicos, segundo texto do PL, será gratuito para as alunas da Rede Pública de Educação (ensino fundamental II), às adolescentes e mulheres acolhidas em situação de vulnerabilidade, em situação de rua ou  em situação familiar de extrema pobreza, nas unidades de internação pela prática de atos infracionais, às adolescentes sob regime de semiliberdade ou de internação e nas unidades e abrigos de gestão municipal de proteção social.

A política determina ainda que o executivo crie programas de educação sobre o tema, realizando palestras e distribuição de material de orientação em escolas para promover a aceitação natural do ciclo menstrual e de combater a visão da menstruação como tabu.

Outros Projetos de Lei
Apresentado ainda Projeto de Lei de autoria da vereadora Professora Elenir, que autoriza o poder executivo a atender pacientes internados na rede privada de saúde com transporte em ambulância ou unidade de terapia intensiva móvel, com base no princípio que a saúde é direito de todos. Segundo a matéria, a transferência somente ocorrerá mediante liberação médica e consentimento do paciente ou de seus familiares.

O PL de autoria do vereador Paulo Brito, dispõe sobre a obrigatoriedade dos órgãos públicos da administração direta e indireta e estabelecimentos comerciais em geral a disponibilizar gratuitamente as instalações sanitárias aos garis, trabalhadores do serviço de limpeza urbana.

Indicações
– Construção de monumento em homenagem aos pioneiros de Valparaíso de Goiás;

– Limpeza e roçagem de terreno próximo ao Centro Poliesportivo municipal, situado no bairro Jardim Oriente;

– Solicitação de serviço de tapa-buraco nos bairros Nova Vila Guaíra e Setor de Chácaras Anhanguera;

– Reforma da UPA;

– Serviço de abastecimento de água pela Saneago no Parque Esplanada I

– Criação da Secretaria de Defesa da Mulher e da Diversidade Social;

– Implantação do Projeto IPTU Verde, que tem por objetivo ofertar desconto de 5% sobre o valor do IPTU para cada árvore plantada na calçada dos imóveis urbanos, com limite de até 20%.

– Recapeamento das avenidas do bairro Esplanada II.


Ordem do dia

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que dispõe sobre o Programa de Recuperação Fiscal (REFIS – 2021).
Autoria: Poder Executivo
 
Terceira discussão e votação de Projeto de Lei que dispõe sobre a obrigação dos condomínios residenciais e comerciais comunicarem aos órgãos de segurança pública a ocorrência de casos de maus tratos contra animais. (APROVADO)
Autoria: Vereadora Maria do Monte

 Terceira discussão e votação do Projeto de Lei que institui o Programa de incentivo a comercialização de comida e bebidas por veículos food trucks e a destinação de áreas públicas para prática de tal atividade. (APROVADO)
Autoria: Vereador Paulo Brito
 
Terceira discussão e votação do Projeto de Lei que institui no município o Dia do Motoboy. (APROVADO)
Autoria: Vereadora Professora Elenir

Terceira e última discussão e votação do Projeto de Lei que cria o Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. (APROVADO)
Autoria: Poder Executivo

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que considera de Utilidade Pública a Academia Valparaisense de Letras.
Autoria: Jorge Recife

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que autoriza o Poder Executivo a instituir a Política de Atenção  Integral à Saúde do Homem.
Autoria: Walison Lacerda

Segunda discussão e votação do Projeto de Lei que dispõe sobre a reestruturação do Conselho Municipal de Saúde.
Autoria: Placido Cunha

Primeira discussão e votação do Projeto de Lei que institui a política de sanitização de ambientes em Valparaíso de Goiás com a finalidade de conter a transmissão de doenças infectocontagiosas.
Autoria: Vereadora Professora Elenir

Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara de Valparaíso de Goiás.
Com preços competitivos, o buffet tem o famoso presunto pata negra, mesa de sushis, peixes como bacalhau e salmão, camarão e saladas. Esse buffet variado é um dos diferenciais da Nativas Grill



 A  Nativas Grill serve uma grande variedade de carnes selecionadas e preparadas com o carinho e a experiência de quem ama assar uma carne e se orgulha dela. Além de poder desfrutar dos deliciosos acompanhamentos servidos no buffet. São opções que vão de queijos raros, passando por presunto parma e o famoso (e caro) pata negra, até uma mesa de sushis, peixes como bacalhau e salmão, camarão, saladas e várias outras opções de carboidratos e proteínas.

Neste domingo especial em comemoração ao dia das mães, que tal presenteá-la com um almoço especial na Nativas?! O atendimento será ordem de chegada, a partir das 11h. Neste ano de 2021, com a pandemia de Coronavírus (Covid-19), muitos restaurantes tiveram que se reinventar e na Nativas não foi diferente. "A pandemia foi algo diferente, tivemos que inovar, de uma hora para outra a casa fechou as portas. Inventamos a costela fogo de chão, servimos delivery, inovamos", comenta o gestor Renato Loureiro .

A Nativas atualmente tem 95 funcionários e um fator é preponderante para o sucesso: o bom atendimento alinhado com a boa variedade de carnes e buffet. "A nativas agrega vários fatores: sushi, saladas, pratos quentes. Temos carnes na parrilla também, que é a angus, sholder, costela premium, isso ajuda muito, são mais de 30 tipos de carne".

A rede de churrascarias, que tem mais 05 anos, com unidades em Brasília, Goiânia, Cuiabá, Campo Grande, São Paulo, Campinas, Sorocaba, Ribeirão Preto e Fortaleza. Sabe aquele seu almoço de final de semana, ele fica ainda mais gostoso na Nativas Grill. Rodízio de carnes selecionadas, buffet variado, ambiente aconchegante e familiar, atendimento exclusivo e preço justo na Nativas Grill.  

Além do delicioso buffet, não dá pra deixar de lado a estrela da casa: a carne. Com um rodízio variado e que se molda ao gosto do cliente, a Nativas Grill oferece cortes que também não são encontrados com facilidade em Brasília. Nativas Grill é uma rede que tem unidades em oito cidades pelo Brasil. O rodízio, que inclui a variada mesa de buffet, tem preços específicos dependendo do dia e do horário. 

O espaço é amplo, com capacidade para 680 pessoas. A mesa de buffet fica no meio do salão. Existe ainda um espaço VIP para pequenos eventos como aniversários, confraternizações corporativas, que pode receber até 150 pessoas. A Nativas Grill ainda conta com espaço kids, uma carta de vinhos variada, ótimo serviço de garçons e até manobrista.

Como resistir ao delicioso camarão ao alho e óleo da Nativas?!. Venha ainda hoje saborear o melhor do churrasco, além de toda variedade do nosso buffet.   

A churrascaria que mais cresce no Brasil, com unidades em Goiânia, Brasília, Cuiabá, Campo Grande, Fortaleza, São Paulo, Ribeirão Preto, Campinas, Sorocaba e Curitiba. Famosa em outras oito cidades do Brasil, a Nativas Grill tem, de longe, o mais completo buffet das churrascarias da capital, com uma variedade difícil de acreditar e com itens selecionados e exclusivos.

O gestor Renato Loureiro afirma que um dos diferenciais da casa é o preço baixo. "Se o cliente quiser consumir apenas nosso buffet, ele vai sair daqui tão satisfeito quanto em qualquer outro restaurante", diz Loureiro, gestor da casa.

Seguindo então o decreto do GDF e as orientações dos órgãos responsáveis como Ministério da Saúde e OMS, nós tomamos algumas medidas para manter a excelência da Nativas Grill.

Higiene
Apesar de sempre trabalhar desta forma, independente de colapsos na saúde, a Nativas Grill. segue firme e aumentou a rigidez no que tange à higiene local. Mais do que nunca, estamos higienizando chão, superfícies diversas e produtos. Estamos com funcionários dedicados para esterilizar e higienizar todas as ferramentas de trabalho, máquinas, como também os produtos manuseados.

Álcool Gel e Luvas
Todos os clientes e funcionários possuem à sua disposição álcool gel 70% para sempre que necessário o utilizarem. Mas, vale lembrar que a equipe possui à disposição água e sabão para lavar a mão, bem como os que possuem contato externo estão trabalhando com luvas, também. O Salão está com um distanciamento e álcool em gel nas mesas. Ao servir no buffet é obrigatório a utilização de máscara e luva para não contaminar os alimentos do buffet.

Ventilação
Mesmo com ar-condicionado em temperatura recomendada pelos órgãos competentes, a churrascaria Nativas Grill está mantendo todos os ambientes ventilados e sempre que possível as janelas abertas. Isto ajuda a impedir a proliferação do vírus e foi um dos primeiros passos adotados pela direção antes mesmo do decreto.

Tecnologia
A Nativas Grill conta com máquinas industriais que lavam os utensílios como louças e talheres em altíssima temperatura. Nossa cozinha já era utilizada antes mesmo da existência deste vírus, a higiene sempre foi levada muito a sério por nós.

Atenção redobrada
No geral, toda limpeza da Nativas Grill foi reforçada conforme dito anteriormente. Sempre seguimos os protocolos de saúde e de segurança alimentar, porém, agora estamos nos dedicando ainda mais para não deixar nada escapar. Desde um simples talher à uma máquina de cartão. Tudo devidamente higienizado!

Últimas mesas para o almoço deste domingo de dia das mães. Garanta a sua mesa na Nativas Grill. Quantidade de mesas limitadas, reserve já a sua pelo fone 61 3038-4680 ou pelo WhatsApp 61 99695-8441

#nativasgrill #churrascaria #brasilia #churrasco #sushis #peixes #frutosdomar #queijos #petiscos #saladas #vempranativas #vempranativas #nativasgrill #churrascaria #brasilia #churrasco #sushis #peixes #frutosdomar #domingo #almoço #diadasmaes
Novo decreto flexibiliza funcionamento de comércio e serviços como lavanderias, papelarias e agências de viagens



A partir desta sexta-feira (7), lojas de rua, salões de beleza, barbearias e agências de viagens poderão abrir mais cedo. O decreto, que será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), flexibiliza o funcionamento de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviço que tiveram os horários de atendimento alterados pelas medidas de contenção à pandemia do novo coronavírus.

Pela nova determinação, passam a funcionar das 9h às 20h as lojas de calçados, de roupas e de tecidos; as óticas; as papelarias; os serviços de corte e costura; os armarinhos; as lavanderias, tinturarias e os toalheiros; as empresas de tecnologia, equipamentos e suprimentos de informática; além dos setores eletroeletrônico e moveleiro.

O decreto anterior, número 41.913, de 19 de março de 2021, determinava a abertura destes estabelecimentos às 11h.

Já os salões de beleza, barbearias, esmalterias e centro estéticos, que estavam impedidos de abrir antes das 10h, já podem funcionar das 8h às 19h. Agências de viagens, operadores turísticos e serviços de reservas e atividades de organizações associativas também seguirão os mesmos horários de abertura e fechamento.

Nos shoppings centers e centros comerciais, o funcionamento das 10h às 22h continua valendo, conforme determinação anterior publicada esta semana.



Impulso tecnológico por uma Brasília mais moderna.  Cada unidade inaugurada já tem uma atuação distinta. O BRB Lab será voltado para soluções tecnológicas-financeiras; o Centro de Inovação Tecnológica do Detran vai pensar o trânsito e a digitalização de serviços; e a sala de reuniões da Huawei será sede de videoconferências com cobertura 5G




Avanços tecnológicos são essenciais para a evolução de qualquer sociedade. No Distrito Federal, o incentivo à inovação e à tecnologia é prioridade na atuação do Governo do Distrito Federal (GDF). Nesta quinta-feira (6), a capital ganhou três novos espaços que convergem neste sentido: dois centros de inovação, um do Banco de Brasília (BRB) e outro do Departamento de Trânsito (Detran-DF); além do escritório de negócios da empresa de tecnologia Huawei. Todos instalados no Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC).

Cada unidade inaugurada já tem uma atuação distinta. O BRB Lab será voltado para soluções tecnológicas financeiras, de governo e aos cidadãos; o Centro de Inovação-Tecnológica do Detran vai pensar o trânsito e a digitalização de serviços pelas próximas décadas; e a sala de reuniões da Huawei será sede de videoconferências com cobertura 5G.

Para o governador Ibaneis Rocha, esses projetos nascem com a cara e a vocação da cidade. "Esse é um projeto de Brasília, um projeto de cidade moderna e em desenvolvimento", disse o chefe do Executivo local.

Uma nova matriz econômica
A vocação tecnológica é apontada pelos gestores como força motriz para o DF crescer economicamente. Para o presidente da Biotic S.A, Gustavo Dias Henrique, inaugurações como a desta quinta (6) colaboram para isso.

"Essa mudança econômica passa por esse distrito da inovação. A entrega de hoje tem essa cara. O laboratório de inovação do BRB vai trazer um ambiente de aceleração para as fintechs, o Detran também está trazendo sua tecnologia de trânsito para cá e a Huawei traz agora o escritório de negócios para o Biotic. Brasília tem essa vocação de inovação", afirmou.

Presidente da Terracap, Izidio Santos enxerga a vinda de empresas tecnológicas para o DF como o ponto-chave para a geração de "centenas de empregos, atraindo profissionais altamente qualificados". "Trazer três empresas renomadas é dar vida e continuidade a um dos maiores projetos do Distrito Federal, capaz de mudar em definitivo a vocação econômica da cidade", apontou.

Já o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo, disse que a pasta vai lançar um edital para incentivar 50 startups com ajuda financeira de até R$ 50 mil para cada uma delas. "O nosso trabalho é fazer com que o DF seja uma cidade disruptiva e que traga investimento de todo o Brasil para cá. Vamos lançar o apoio a mais 50 startups com R$ 50 mil para cada uma delas", adiantou.

Participaram da série de inaugurações o governador Ibaneis Rocha; o presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa; o diretor-geral do Detran/DF, Zélio Maia; o presidente da Terracap, Izidio Santos; o presidente da Biotic S.A., Gustavo Dias; os secretários de Governo, José Humberto Pires; e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Gilvam Máximo; o deputado distrital, Rodrigo Delmasso; o deputado federal, Júlio Cesar Ribeiro; e Atilio Rulli, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.


BRB Lab
O BRB Lab vai sediar o Programa de Inovação Aberta do BRB, em parceria com startups selecionadas por meio de edital | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

O Banco de Brasília inaugurou o BRB Centro de Inovação Tecnológico, chamado de BRB Lab. O objetivo deste espaço é buscar soluções voltadas para o sistema financeiro, governo e cidadãos.

O BRB Lab vai sediar o Programa de Inovação Aberta do BRB, em parceria com startups selecionadas por meio de edital, lançado com a Plug and Play, uma das maiores aceleradoras de startups do mundo. Um trabalho para acelerar a estratégia digital do BRB.

Ele nasce em um espaço de 1,3 mil metros quadrados que vai abrigar startups em cinco frentes de trabalho. Dessas startups, cinco são do DF, 14 de outros estados (SP, MG, PR e SC) e quatro de países como Estados Unidos, México e Canadá, sendo que dez delas vão ficar instaladas no Biotic. "Ter um lugar adequado vai atrair startups, vai atrair inovação, emprego, renda e tecnologia para o DF", afirma o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

As startups participantes do Programa de Inovação terão acesso à infraestrutura física e tecnológica do Centro de Inovação, com 1356 metros quadrados e que funcionará como um espaço de cocriação. Além disso, elas receberão consultoria do BRB e da Plug and Play para desenvolver seus produtos, além da possibilidade de ofertas de suas eventuais soluções para clientes do Conglomerado do BRB e para os cidadãos do DF.



Centro de Inovação Tecnológica – CITDetran
Também foi lançado o Centro de Inovação Tecnológica – CITDetran com o objetivo de pensar o trânsito da capital para as próximas décadas de forma inovadora e estratégica. O espaço vai abrigar parte da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dirtec) que vai trabalhar neste sentido.

E é com a missão de olhar para o futuro que o diretor-geral do Detran, Zélio Maia, destacou a participação do Detran no Biotic. "Já temos 30 serviços digitais e temos um projeto de fazer a transferência de veículos pelo smartphone. O CITDetran é um espaço para pensar no Detran do futuro, pensar que em 10, 20 anos teremos nas ruas do DF carros autônomos e uma nova realidade. Aqui nós estamos nos antecipando", aponta.

Como será o trânsito do futuro?
A nova instalação do Detran, no Edifício de Governança do Parque Tecnológico de Brasília - BioTIC, irá abrigar uma parte da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dirtec), que terá como prioridade construir uma agenda de desenvolvimento tecnológico voltada, exclusivamente, para pensar o trânsito da capital para as próximas décadas, de forma inovadora e estratégica. Lá será o centro de criação de soluções que irão transformar o dia a dia do trânsito.

"É disso que o Departamento de Trânsito necessita: olhar para o futuro, pensar como será o trânsito daqui a 10 ou 20 anos. E para isso precisamos nos antecipar", declarou Zélio Maia, diretor-geral do Detran-DF, que quer desenvolver novas tecnologias o mais rápido possível para enfrentar o trânsito cada vez maior e mais complexo do Distrito Federal.

E para o diretor de Tecnologia do Detran, Fábio de Souza, não é apenas uma mudança institucional, mas um novo modelo de desenvolvimento para todo o Departamento.  "E não há nada melhor para se fazer isso do que estar em um ambiente de inovação", explica Fábio, fundamentando a escolha pela Biotic que será, num futuro próximo, o principal polo de desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação do Distrito Federal e que permitirá o estímulo, criação e consolidação dos projetos do Detran, além de possibilitar que as pesquisas se transformem em negócios, assim como estímulo ao desenvolvimento de ações que dinamizem o processo de geração de novos empreendimentos em tecnologia.



Sala de reuniões da Huawei
O governador Ibaneis Rocha também visitou a sala de reunião para videoconferências com cobertura de rede móvel 5G da Huawei. Esta é a primeira sala de reuniões 5G da empresa chinesa no Brasil.

Este laboratório 5G no BioTIC permite startups e empresas desenvolverem aplicações e soluções de alta velocidade e baixa latência. "Com o sinal ativo da nova tecnologia no Biotic desde o ano passado, queremos fomentar o desenvolvimento de aplicações baseadas no 5G por empresas e startups da região", afirma Atilio Rulli, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei.



O sinal da tecnologia móvel de quinta geração da Huawei está disponível no Parque Tecnológico de modo permanente desde julho de 2020.

 


Pistas serão reformadas para receber a última etapa da Stock Car em dezembro. GDF quer transformar o local em mais um ponto de lazer e esporte. A retomada do Autódromo de Brasília, fortalece o setor de eventos esportivos para o crescimento do turismo na capital de todos os brasileiros



Uma comitiva do Governo do Distrito Federal (GDF) esteve no Autódromo Internacional Nelson Piquet nesta quinta-feira (6) para avaliar as necessidades estruturais do local para a retomada das suas atividades e a reabertura à população.

Nos planos do governo, estão a reforma dos 5,4 quilômetros de pistas, assim como a instalação de toda a infraestrutura de segurança necessária para voltar a receber competições automobilísticas.
O governo espera que num prazo de cinco meses tudo esteja reformado e em pleno funcionamento | Foto: Tony Oliveir.

Recentemente, o Banco de Brasília (BRB) e a Terracap assinaram um memorando de entendimentos para tocar as obras. A visita de hoje (6) foi acompanhada de uma equipe técnica da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) como forma de ajudar na identificação dos padrões exigidos para provas como a da Stock Car, que tem previsão de acontecer no DF ainda esse ano.

Fotos: Tony Oliveira.
“A parceria entre o BRB e a Stock Car prevê a reforma do autódromo e provas neste ano, sendo que a última prova do ano da categoria seria aqui, em 12 de dezembro”Ibaneis Rocha, governador
“A parceria entre o BRB e a Stock Car prevê a reforma do autódromo e provas neste ano, sendo que a última prova do ano da categoria seria aqui, em 12 de dezembro”, destacou o governador Ibaneis Rocha. “O projeto está sendo elaborado e agora vai para a licitação da obra. Esperamos que num prazo de cinco meses tudo esteja reformado e em pleno funcionamento, para que a gente possa ter o autódromo devolvido para a população do DF”, completou.

Além do governador, participaram da visita o presidente do Banco de Brasília, Paulo Henrique Costa, a diretora de Novos Negócios da Terracap, Kaline Gonzaga, engenheiros e representantes do automobilismo brasileiro. 

Além do automobilismo
Segundo Ibaneis Rocha, a ideia do governo é transformar o autódromo em um equipamento público completo para receber outros eventos, além de competições esportivas. É o que explica o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa.

“O que a gente espera a partir da reforma é que além das condições de pista para sediar eventos de automobilismo, possamos reabrir o autódromo para praticantes de diversos esportes; para ciclismo, para shows. Também vamos trabalhar para construir um centro de medicina esportiva aqui”, reforça Costa.

Para a diretora de Novos Negócios da Terracap, Kaline Gonzaga, a reforma do autódromo é importante para a devolução e valorização do equipamento e do esporte a motor, que está em franca expansão mundial. “Não apenas os aspectos de lazer e entretenimento para a população, somados à geração de empregos e à perspectiva da pesquisa tecnológica, fazem desta parceria da Terracap com o BRB, contando com o apoio do governador do DF, uma oportunidade de muito valor para o crescimento das modalidades esportivas e do turismo, bem como para a recuperação e valorização do patrimônio da nossa capital”, ressaltou.

Diagnóstico
Responsável pela Rígido Engenharia, empresa especializada em consultoria para autódromos e pistas de alto desempenho, Luis Ernesto Morales disse que será feito o diagnóstico atual do autódromo.

O estudo, que deve ser concluído em até 90 dias, vai apontar o que é necessário para a recuperação do asfalto. Nele também serão apontados os elementos de segurança que precisam ser feitos para o autódromo estar apto a receber competições novamente.

“Estamos falando em homologação nacional, que é feita pela Confederação Brasileira de Automobilismo e com características de FIA 3, que atendem às características do automobilismo nacional”, explica.

Com a retomada do GP Brasília de Stock Car e cerca de 2.800 pessoas trabalham na montagem, organização e realização da corrida no Autódromo de Brasília. Entram nessa conta os prestadores de serviço de transporte, como vans e táxis, de alimentação que são as lanchonetes e restaurantes, de hospedagem, hotéis e pousadas, além de segurança, saúde e outros serviços necessários à realização da prova.

A corrida ainda proporciona negócios no setor de turismo. De acordo com pesquisa do Instituto Inova, a Stock Car traz à cidade 5 mil turistas do interior e de outros estados, aumentando a ocupação nos hotéis próximos ao Autódromo de Brasília e garantindo movimento em um período de baixa estação.

O GP Brasília de Stock Car é um evento extremamente importante para o turismo de Brasília, também no ponto de vista da divulgação da cidade. Temos uma transmissão ao vivo durante uma hora da cidade para todo o Brasil. Para aqueles empreendimentos turísticos que não têm retorno financeiro imediato na realização, há o efeito a médio e longo prazo, com a divulgação estimulando outras pessoas a conhecerem a capital de todos os brasileirso.


Durante a apresentação do pacote Pró-Economia – Etapa 1, nesta quinta-feira (6), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, lembrou de várias medidas realizadas durante o seu mandato, principalmente durante a pandemia, e criticou a agenda de seus antecessores. Ele ainda falou de algumas ações do Governo do Distrito Federal (GDF) para atender às pessoas em situação de vulnerabilidade, lidar com a crise sanitária e "destravar a economia no Distrito Federal". O Pró-Economia I é composto por um pacote de 20 medidas e injeta R$1,2 bi para estimular criação de empregos e renda no DF




O pacote de 20 medidas para fomentar a economia na capital – Pró-Economia – Etapa 1 – foi lançado, nesta quinta-feira (6), no Salão Branco do Palácio do Buriti. Durante o evento, o governador Ibaneis Rocha e os secretários André Clemente (Economia) e Mayara Noronha Rocha (Desenvolvimento Social) assinaram decretos e projetos de lei que vão beneficiar, principalmente, os setores mais atingidos pela pandemia do novo coronavírus, além de garantir a continuidade de programas sociais. 

"É com a nossa capacidade de execução que começamos a trazer novas soluções"Ibaneis Rocha, governador.

Para o chefe do Executivo local, o Pró-Economia ainda servirá como mais uma iniciativa para aumentar a arrecadação do DF. "É com a nossa capacidade de execução que começamos a trazer novas soluções. Muitos perguntam como conseguimos fazer a desoneração em um momento como esse de pandemia. Estamos fazendo de forma inteligente, de modo a não sobrecarregar o caixa da capital, acreditando que a classe empresarial vai corresponder à altura, gerando mais emprego e renda", destacou.

Entre as normas assinadas, estão a extensão de prazo para pagamento e parcelamento de impostos a mais de 37 mil empresas atingidas diretamente pela pandemia; a autorização de uma nova faixa de remuneração para os serviços lotéricos; alteração das regras de consignação em folha dos servidores do GDF e militares; isenção de IPVA e ICMS para autoescolas; ampliação do programa Prato Cheio; pagamento de pecúnia a policiais civis e criação da Rota Brasília Capital do Rock.

"Toda cadeia econômica do DF e envolvida é alcançada com essas ações. São dois pilares: dos gastos públicos e ajustes fiscais"André Clemente, secretário de Economia

O secretário de Economia, André Clemente, lembrou que o programa é um resgate de demandas antigas, que são importantes para a sobrevivência da economia e empresas. "Toda cadeia econômica do DF e envolvida é alcançada com essas ações. São dois pilares: dos gastos públicos e ajustes fiscais", informou.

"Quando você mantém o gasto público, mantém o consumo nos pequenos estabelecimentos. Há setores que estão sofrendo muito, então precisam de um alívio financeiro. O outro pilar são os ajustes fiscais, que são a desburocratização, postergação de impostos e redução de carga tributária", explicou Clemente. Segundo ele, o impacto das medidas nos cofres públicos é de R$ 1,2 bilhão.

Prato Cheio e turismo
A secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, ressaltou os benefícios do programa Cartão Prato Cheio, que teve o prazo ampliado por seis meses para mais de 35 mil famílias em situação de vulnerabilidade. "Estamos inovando a forma como é passada a cesta básica no DF. Há um ano, as pessoas se dirigiam ao Cras para pleitear esses alimentos. Em média, demorava até três meses para receber os mesmos alimentos. Agora, elas podem escolher o que comer. O programa também gera economia, beneficiando os pequenos e médios comerciantes", reforçou.

Vanessa Mendonça, secretária de Turismo, adiantou que a criação da Rota Brasília Capital do Rock será composta por 37 locais. "O rock é patrimônio cultural e imaterial da cidade. São nesses 37 locais que as vidas de bandas de rock aconteceram aqui em Brasília. Vamos sinalizar esses lugares, com o apoio da iniciativa privada. Além de uma experiência para a nossa população é um incentivo para as bandas", comentou.

Elaborado pela Secretaria de Economia, com contribuições das secretarias de Desenvolvimento Social e de Turismo, o Pró-Economia – Etapa 1 envolve uma série de ações de governo para minimizar os impactos da covid-19 sobre profissionais e empresas do Distrito Federal. O pacote de medidas vai auxiliar no reequilíbrio financeiro e fiscal do setor produtivo para que possa retomar suas atividades de forma competitiva.

Segundo o secretário de Economia, André Clemente, o Pró-Economia é fruto de uma ampla discussão entre os diversos setores do governo com a sociedade. "O GDF não tem medido esforços durante a pandemia. Identificamos pontos sensíveis onde o Estado pode agir para minimizar os impactos socioeconômicos e também áreas onde os benefícios vão garantir ajuda para que os setores possam retomar suas atividades", detalha Clemente.

Fotos: Renato Alves.

O governador Ibaneis afirmou, durante a apresentação do pacote, que grandes empresas estão vindo para o DF, mesmo durante a pandemia.

"Nós temos grandes empresas que mesmo na pandemia estão vindo para o Distrito Federal. Estamos juntos com o setor produtivo, estamos juntos com a população", afirmou Ibaneis.

Veja as 20 medidas do pacote

1) Diferimento do ISS até 2027 + parcelamento
Beneficiados: 37.137 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.
Impacto: R$ 120 milhões
Forma: Decreto

2) Diferimento do pagamento de IPTU e IPVA até 2022
Beneficiados: 37.137 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.
Impacto – IPTU: R$ 18.059.372,00
Impacto – IPVA: R$ 783.246,00
Forma: Decreto

3) Redução da base de cálculo do ICMS do café com inclusão na cesta básica
Beneficiados: 12.787 empresas dos setores de cultivo de café, comércio atacadista e varejista de produtos alimentícios.
Impacto: R$ 19.840.226,00 em 2022
Forma: Projeto de Lei

4) e 5) Nova faixa de remuneração para os serviços lotéricos
Beneficiados: 213 casas lotéricas e 3.041 correspondentes bancários
Impacto: R$ 317.847,00 ao ano
Forma: Decreto e Portaria

6) Projeto de lei para o Fundo Garantidor do Programa Emergencial de Crédito Empresarial do Distrito Federal (Procred-DF): desafetação e alienação dos imóveis e alteração da LDO
Beneficiados: tomadores de crédito junto ao BRB
Impacto: R$ 3.595.964,00 em 2021
Forma: Projeto de Lei

7) Alteração das regras de consignação em folha dos servidores do GDF e militares
Beneficiados: 202.539 servidores (ativos e inativos) e pensionistas
Impacto: sem impacto
Forma: Decreto e Portaria

8) Concessão de remissão, anistia e isenção de IPTU e IPVA + redução de alíquota do ISS para 2%
Beneficiados: 37.317 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.
Impacto – IPVA: R$ 5.231.280,00
Impacto – IPTU: R$ 71.931.184,00
Impacto – ISS: R$ 13.484.055,00 em 2022
Forma: Projeto de Lei

9) Auxílio emergencial para o setor de transporte de turismo – três parcelas de R$ 600
Beneficiados: 225 proprietários de veículos destinados ao transporte de turismo
Impacto: R$ 405.000,00
Forma: Projeto de Lei

10) Multas mais justas – Redução de 50% dos percentuais das multas pelo descumprimento de obrigações tributárias de ISS
Beneficiados: setor produtivo
Impacto: R$ 16.905.986

Forma: Decreto

11) e 12) Multas – Redução de 50% dos percentuais das multas pelo descumprimento de obrigações tributárias de ICMS
Beneficiados: setor produtivo
Impacto: R$ 425.269.266
Forma: Decreto e Projeto de Lei

13) Ampliação do prazo para recadastramento de contribuintes do Regime 320-D
Beneficiados: Setor produtivo e agrícola
Impacto: Sem impacto
Forma: Portaria

14) Desburocratização do Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis por Natureza ou Acessão Física e de Direitos Reais sobre Imóveis (ITBI) – Suspende a exigibilidade do crédito tributário em caso de parcelamento
Beneficiados: Setor imobiliário, incorporadoras, construtoras, escritórios imobiliários e de arquitetura
Impacto: Sem impacto
Forma: Decreto

15) Diferimento de ICMS e ISS para importação de ativos fixos
Beneficiários: Contribuintes de operações de importação para ativo fixo e setor produtivo
Impacto: Sem impacto
Forma: Decreto

16) e 17) Isenção de IPVA e ICMS para autoescolas
Beneficiados: 156 centros de formação e 1.059 veículos
Impacto: R$ 861.981,00
Forma: Ofício, Projeto de Lei e Convênio de ICMS

18) Ampliação do Programa Prato Cheio para 35 mil beneficiários + ampliação do prazo para 6 meses
Beneficiados: 35 mil pessoas em situação de vulnerabilidade do DF
Impacto: R$ 105 milhões ao ano
Forma: Decreto

19) Pagamento de pecúnia a Policiais Civis
Beneficiados: 268 policiais civis do DF
Impacto: R$ 11.920.000,00
Forma: Ofício

20) Criação da Rota Brasília Capital do Rock
Beneficiados: Setores de turismo, cultura e serviços
Impacto: Sem impacto
Forma: Decreto


O deputado Delmasso apresentou o projeto "Nossa Quadra" para revitalização de quadras do DF junto aos moradores e prefeituras comunitárias. Projeto contará com a participação das organizações da sociedade civil - OSC's no apoio à manutenção de espaços públicos no Distrito Federal



O deputado Delmasso (Republicanos), vice-presidente da Câmara Legislativa do DF, elaborou projeto de lei para que as quadras do Distrito Federal possam ser revitalizadas. A execução das melhorias será feita em parceria com as associações de moradores, prefeituras comunitárias, conselhos comunitários e cooperativas habitacionais.

Com a proposta, o poder público poderá estabelecer parcerias com as organizações mencionadas para revitalização de áreas internas das quadras do Distrito Federal. São contemplados serviços como jardinagem, roçagem, manutenção de pontos de encontro, quadras poliesportivas, parques e demais instalações de uso comunitário. "O crescimento populacional exige do Poder Público uma melhoria na qualidade dos serviços públicos e na manutenção nas cidades", diz Delmasso.

Dessa forma, o Governo estabelecerá vínculos com as comunidades, facilitando no levantamento de necessidades e agilizando o processo de manutenção, que por vezes, é lento e ineficaz. A transferência de recursos também facilitará a manutenção e instalação dos espaços, que são relevantes no convívio comunitário. "A respectiva política pretende unir esforços de atuação do poder público e das organizações da sociedade civil para revitalizar ou conservar as inúmeras áreas públicas existentes nas quadras residenciais no Distrito Federal", justifica Delmasso.

O deputado tem também, outro projeto de lei na Câmara Legislativa que trata da certificação aos Prefeitos de Quadras. A proposta visa incentivar a conservação das quadras e abordar temas de interesse público entre os moradores da região. Trata-se de um projeto fundamental para a proposta do "Nossa Quadra", visto que os Prefeitos atuarão diretamente na manutenção e preservação dos ambientes que residem.


 

O desafio de amparar quem mais precisa tem que continuar

Milhares de pessoas não têm o que comer: falta-lhes o alimento básico. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em cinco anos, a fome aumentou no Brasil e já são 10,3 milhões de pessoas que vivem em insegurança alimentar grave no país. A fome é mais prevalente nas áreas rurais, atinge mais os domicílios chefiados por mulheres e quase metade dos famintos são da região Nordeste. Com a pandemia do novo coronavírus os índices de desemprego também aumentaram atingindo a marca de 14,1 milhões de pessoas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) pelo IBGE, divulgada em dezembro/2020.

Como se não bastasse, a alta nos preços dos alimentos que também afeta as famílias mais vulneráveis, principalmente as que moram com pessoas abaixo dos 18 anos, muitas famílias enfrentam a pobreza extrema, a falta de higiene e em algumas regiões a baixa nas temperaturas nessa época do ano. 


 

Por conta disso, mais de um ano após a pandemia, a Legião da Boa Vontade (LBV) continua sua intensa mobilização social, por meio de sua campanha emergencial SOS Calamidades de enfretamento à Covid-19 que visa angariar donativos para seguir entregando cestas de alimentos não perecíveis, cestas verdes, kits de higiene e de limpeza e kits pedagógicos que ajudam no orçamento familiar e na baixa dos índices de evasão escolar.

A instituição acrescentou alguns itens essenciais, a exemplo do leite, tão necessário para reforçar a alimentação da família e ajudar no desenvolvimento de crianças e cobertores novos para aquecer as famílias em regiões que enfrentam o frio extremo.

A LBV precisa de doações para continuar prestando o atendimento a milhares de famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar atendidas em seus programas socioeducacionais e também as amparadas por entidades parceiras da LBV em dezenas de cidades brasileiras que foram fortemente afetadas com os impactos socioeconômicos da pandemia da Covid-19  

As doações para a campanha podem ser feitas no site www.lbv.org.br ou por transferência bancária via PIX, pelo e-mail: pix@lbv.org.br. O resultado da campanha pode ser conferido no endereço @LBVBrasil no Instagram e no Facebook.

Boazinhas

Melhores