A 3ª Promotoria de Justiça Criminal e do Tribunal do Júri de Águas Claras denunciou Maura Maíra Alves de Carvalho, Maurício Júnior Mariano do Santos e Bruno Medeiros dos Santos pelo assalto, em 28 de outubro de 2020, à W Joias, localizada no Shopping DF Plaza, em Águas Claras



Outra denúncia, contra Filipe Costa Pereira Valões, envolvido no assalto à joalheria Vivara, em 6 de novembro de 2020, no mesmo local, também foi apresentada à Justiça nesta quarta-feira, 27 de janeiro.

A promotoria denunciou Maura e Maurício por duas tentativas de latrocínio e lesão corporal. As penas variam de 13 a 27 anos de reclusão. Bruno foi denunciado por duas tentativas de latrocínio, lesão corporal e adulteração de sinal identificador de veículo. A pena é de 16 a 30 anos de reclusão. Filipe, por roubo majorado, por concurso de pessoas, emprego de arma de fogo, por três vezes, corrupção de menores e denunciação caluniosa. A pena pode ser de 7 a 40 anos de reclusão.

Entenda o caso
Em 28 de outubro de 2020, Maurício e Maura, simularam serem clientes da W Joias. Ao serem atendidos pela proprietária da loja, Maurício sacou uma arma de fogo e anunciou o assalto. A vítima lutou com o assaltante e gritou por socorro. Enquanto isso, Maura tentou tapar sua boca, mas outras pessoas ouviram os gritos e se aproximaram do local.

Durante a fuga, Maurício atirou em um segurança, mas acertou em outra pessoa que estava no shopping. Ele efetuou um segundo disparo para garantir a fuga. Na parte externa do shopping, Maurício deu o terceiro disparo, direcionado a outro segurança, sem, contudo, atingí-lo. Bruno, que adulterou a placa do veículo para dificultar a identificação, esperou no carro a conclusão do crime e conduziu a fuga dos envolvidos.

O outro crime foi cometido por dois menores e Filipe. Em 6 de novembro de 2020, acompanhado de um dos adolescentes, Filipe entrou na loja Vivara e anunciou o assalto. Armados, eles renderam vendedoras e clientes e pediram para que elas entregassem as joias. Após o assalto, atiraram para o alto ainda dentro do shopping DF Plaza. O outro jovem ficou nas proximidades vigiando a ação dos comparsas. Outro envolvido, ainda não identificado, ficou responsável pela condução do veículo usado na fuga.
Compartilhar:

Paulo Melo

Comente:

0 comentários

Boazinhas