O Projeto de Lei 302/21 reserva vagas nas universidades públicas e instituições técnicas de ensino para os atletas comprovadamente de alto rendimento. O texto tramita na Câmara dos Deputados. Deputada Celina Leão, é a autora da proposta

Foto: Maryanna Oliveira.

Pela proposta, os atletas entram nas vagas criadas pela Lei de Cotas nas Universidades. A lei destina 50% das matrículas para estudantes egressos de escolas públicas, com ênfase para alunos de famílias de baixa renda, com deficiência e autodeclarados negros, pardos e indígenas.

Autora do projeto, a deputada Celina Leão (PP-DF) afirma que os atletas de alto rendimento nem sempre conseguem conciliar os estudos com a rotina de treinos. Isso acaba dificultando o acesso às faculdades e institutos técnicos públicos, que são mais concorridos.

“Na maioria dos casos, aqueles que possuem um bom desempenho dentro do esporte, às vezes, não possuem condições de garantir uma vaga nas instituições públicas existentes”, disse Leão. Para ela, o poder público deve apoiar os novos talentos esportivos.

Compartilhar:

Da redação

Comente:

0 comentários

Boazinhas