O governador Ibaneis Rocha (MDB), determinou e utorizou a construção de restaurante comunitário na QS 09, Avenida Águas Claras, da cidade de Arniqueira

Foto: Lúcio Bernardo jr.

"A gente tenta reforçar essa cadeia alimentar para dar a segurança alimentar e nutricional para as pessoas",governador Ibaneis Rocha.

Preocupado com a segurança alimentar da população do Distrito Federal, o governador Ibaneis Rocha autorizou a construção de mais um restaurante comunitário. Com o investimento de R$ 6,5 milhões, a nova unidade funcionará na QS 09, na Avenida Águas Claras, próximo ao Pistão Sul, região de Arniqueira. O novo restaurante terá capacidade de servir até 2 mil refeições por dia. Cada uma poderá ser retirada por apenas R$ 1.

A informação foi divulgada durante evento de anúncio da primeira etapa de legalização das propriedades em Arniqueira. O governador destacou o compromisso do governo com a segurança alimentar e nutricional da população da capital federal.

"Nós sabemos que há um processo muito grande de empobrecimento da população por falta de trabalho, por conta das paralisações, e a gente tenta, diante disso, reforçar essa cadeia alimentar para dar a segurança alimentar e nutricional para as pessoas", afirmou.

A unidade de Arniqueira será a primeira a ser implementada das cinco previstas para construção. O anúncio ocorre dias após a autorização para que a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), responsável pela gestão da Política de Segurança Alimentar e Nutricional no DF, amplie o número de beneficiários do programa Cartão Prato Cheio, que, até o fim do ano, atenderá 40 mil famílias.

Limite liberado
Durante a pandemia de covid-19, pessoas em situação de rua cadastradas na Sedes podem retirar as refeições gratuitamente nos restaurantes comunitários

Atualmente, funcionam no Distrito Federal 14 restaurantes comunitários. O preço médio de cada refeição é de R$ 6,17, sendo que o Governo do Distrito Federal (GDF) custeia esse valor e cobra apenas R$ 1 da população. "Durante essa pandemia, tivemos que redefinir o modelo de serviços nos restaurantes, passando a ofertar as refeições em marmitas, evitando, assim, a aglomeração dentro das unidades" explicou a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra. "Também liberamos o limite de refeições por pessoa, pois temos muitos casos de cidadãos que levam a comida para os familiares e vizinhos".

A gestora destacou ainda que as pessoas em situação de rua, que estão cadastradas pela equipe de Abordagem Social da Sedes, podem retirar de graça as suas refeições em qualquer unidade dos restaurantes enquanto durar a pandemia de covid-19.

A obra do novo restaurante comunitário será licitada até o final do primeiro semestre e ficará a cargo da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), com recursos da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap). O governador também anunciou a construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) da cidade, além da implantação da Feira Permanente de Arniqueira, da escola e da sede da administração regional.
Compartilhar:

Eduardo Santos

Comente:

0 comentários

Boazinhas