O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) representou na Polícia Civil do Distrito Federal contra Rodolfo Hoth Reis, 47 anos, com a profissão de militante político, pela prática do crime de injúria
  
Ibaneis e o ex-apoiador Rodolfo Hoth Hoth. Reprodução

Desde que foi exonerado da Secretaria de Atendimento Comunitário, o filiado ao MDB, cuja candidatura foi indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral, passou a perseguir o governador, comparecendo a solenidades oficiais e gravando vídeos, durante os eventos, em que faz críticas ao governo e ofensas  a Ibaneis.

No último dia 26, Hoth Hoth, como é conhecido, divulgou um vídeo em que chama o governador de "mau-caráter".

A apuração do caso está a cargo da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos, chefiada pelo delegado Giancarlo Zuliani.

Com informações do Planalto Em Pauta.
Compartilhar:

Renata Chimiti

Comente:

0 comentários

Boazinhas