Bebês usam cerca de 100 mudas de fraldas por dia. Em dois meses terão alta e a mãe prepara-se para assumir uma tarefa que se prevê cansativa


Foto: Marcelo Oliveira.

Durante anos se transmitiu a ideia de que ser mãe era a melhor coisa do mundo. Ao longo dos anos essa ideia tem vindo a ser desmistificada e, embora não se negue que é a maior alegria da vida de uma pessoa, verdade também é que pode ser uma missão desgastante.

E se um filho dá trabalho, imagine o que será ter nove filhos... de uma só vez.

Halima Cisse deu à luz nove bebês gêmeos no dia 5 de maio na Ain Borja Clinic, no Marrocos. A mulher, natural do Mali, deu entrada num hospital local, mas acabou sendo transferida.

Halima, de 26 anos, perdeu tanto sangue durante o parto que esteve perto de morrer. Dois meses e meio depois, os bebês, que pesam entre 500 gramas e 1 quilo, continuam internados e a mulher está morando na clínica.

Em um mês, a mulher esgotou o estoque de leite materno e está tão exausta que atualmente passa o dia em seu quarto, visitando os filhos apenas durante meia hora por dia, para estabelecer contato materno com os bebês.

Em dois meses, as crianças deverão ter alta e irão viver com os pais e a irmã de dois anos e meio, num apartamento de apenas três quartos.

Halima Cisse só descobriu que esperava nove bebês momentos antes do parto, e só nessa altura - admite - é que começou a pensar como conseguiria gerir a situação.

Já o pai assume que ficou assustado quando soube da novidade, mas, sendo crente, acredita que se Deus os colocou nesta situação é porque acredita que serão capazes de cumprir a missão de educar as crianças. Adicionalmente, se diz abençoado pela quantidade de mensagens e apoio que tem recebido.

Halima detém agora o recorde do maior número de bebês dados à luz num só parto. E, apesar do feito, o Mirror refere que o casal não fechou a 'fábrica'.
Compartilhar:

Flávio Santana

Comente:

0 comentários

Boazinhas