Conselho acatou pedido de pré-candidata Thais Riedel


A Comissão de Ética do Conselho Federal da OAB determinou que o presidente da OAB-DF e pré-candidato à reeleição, Délio Lins e Silva Júnior, retire postagens referentes a ações institucionais da Ordem que estão publicadas em suas redes sociais pessoais.

 

Segundo a decisão, as postagens caracterizam autopromoção. “(...) ao publicar em conta pessoal do Instagram ações institucionais da Seccional que preside, sem qualquer menção a símbolo, marca ou expressa indicação de que se trata de ações institucionais, atua em autopromoção vedada pelo art. 9º, §único, e pelo art. 10, ambos do Provimento 146/2011/CFOAB”.

 

A decisão responde a representação feita pela pré-candidata à presidência da OAB-DF Thais Riedel.

 

“Depois de dois anos de pura inércia, a gestão da OAB-DF tem feito ações pontuais e insuficientes para atender de maneira efetiva as necessidades da advocacia, e o presidente ainda usa essas ações para se promover pessoalmente. É um desrespeito com a advocacia e com o processo democrático”, critica Thais Riedel.

 

Thais Riedel é pré-candidata à presidência da OAB-DF e integra o Movimento Respeito é a Ordem, lançado no último dia 12/8 e que tem atraído lideranças decepcionadas e insatisfeitas com a atual gestão.


Compartilhar:

Juliana Oliveira

Comente:

0 comentários

Boazinhas