IESB


CESC aprova a indicação do general Gislei como presidente do Iges-DF

O sabatinado relatou experiência com auditoria hospitalar e enfatizou a importância do planejamento estratégico para evitar diversos problem...



O sabatinado relatou experiência com auditoria hospitalar e enfatizou a importância do planejamento estratégico para evitar diversos problemas que o Iges está enfrentando


A indicação de Gislei Morais de Oliveira para ocupar o cargo de diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF) foi aprovada pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC) da Câmara Legislativa na tarde desta segunda-feira (20). O indicado pelo governador Ibaneis Rocha assume o cargo no lugar de Gilberto Occhi, que pediu exoneração no último dia 30. Transmitida ao vivo pela TV Web CLDF e pelo portal da Casa no Youtube, a audiência pública de arguição foi mediada pela presidente da CESC, deputada Arlete Sampaio (PT), com a participação dos deputados Delmasso (Republicanos), Jorge Vianna (Podemos), Guarda Jânio (PROS) e Leandro Grass (Rede).

No cargo de superintendente do Instituto de Cardiologia do DF até a última sexta-feira (17), Gislei Oliveira, mais conhecido como general Gislei, atuou como superintendente administrativo, diretor administrativo e diretor de Planejamento do Iges, entre abril de 2019 a outubro de 2020, além da carreira no Exército, onde ingressou em 1973. O Iges-DF é responsável pela gestão dos hospitais de Base e de Santa Maria e pelas Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) de Ceilândia, Núcleo Bandeirante, Recanto das Emas, Samambaia, São Sebastião e Sobradinho.

Ao se dizer contrária ao modelo do Iges, a deputada Arlete Sampaio criticou a divisão do Sistema Único de Saúde (SUS).Pelo seu posicionamento, a deputada declarou: "Embora estejamos aqui para aferir se a pessoa indicada pelo governador tem condições de assumir a gestão do instituto, isso não significa que somos cúmplices dessa indicação, a responsabilidade é exclusiva do governador".

Aos diversos questionamentos e apontamentos sobre falhas na gestão financeira e administrativa do instituto feitos pela parlamentar, Gislei considerou que "o modelo não é ruim", uma vez que os contratos devem ser acompanhados em várias estâncias, como os conselhos de administração e fiscal, e por órgãos de controle, a exemplo do Tribunal de Contas do DF. No entanto, ele concordou com a possibilidade de que esse mecanismo "não esteja funcionando".

Em linha tangente, o deputado Jorge Vianna lembrou que o general Gislei é o quarto presidente do instituto sabatinado pela CESC. "Parece que estamos escolhendo errado, mas, na realidade, não escolhemos, apenas avaliamos o currículo a fim de analisar se a pessoa tem condições técnicas de gerir o instituto", esclareceu. O distrital alertou, ainda, que os parlamentares são cobrados pela população por essa chancela à indicação, ao acrescentar que "a cada dia, o Iges se afunda no mar de denúncias e falta de gerência". Para ele, o modelo do instituto deveria ser alterado para fundação, a exemplo da Fundação Hemocentro. Vianna chamou a atenção para a ausência de formação na área de saúde do indicado, a quem fez diversos questionamentos.

Uso político da saúde

Gislei disse que tem condições de fazer gestão em saúde, embora não seja médico, e citou sua experiência em auditoria hospitalar durante sua carreira no Exército. Ele enfatizou a importância do planejamento estratégico, peça que define os princípios e valores da instituição, e que evitaria, segundo ele, diversos problemas que o Iges está enfrentando hoje. "A política de saúde é uma oportunidade que todas as organizações hospitalares têm para fazer uma boa gestão porque cria diretrizes estratégicas e regras", avaliou. Por outro lado, ele enfatizou que "o uso político da saúde é o grande problema e uma ameaça para as instituições de saúde". Ele entende que não adianta trocar de gestor enquanto a organização de saúde não estiver alheia ao uso político.

Ao responder às indagações de Vianna, Gislei disse ser favorável ao uso do cartão corporativo com transparência. Sobre a compra de materiais hospitalares e gerência de pessoal, entre outros, o general considera que vale a "disciplina em seguir regras e normas".

Caos administrativo e financeiro

Irregularidades e nepotismo dominam o Iges, na avaliação do deputado Leandro Grass (Rede), que criticou o uso do cartão corporativo, "uma farra com o dinheiro público". Para ele, o instituto acolhe indicações políticas desde o início, prática que permanece atualmente em vários âmbitos. Entre outros exemplos do "caos administrativo e financeiro", Grass apontou a dívida de mais de R$ 350 milhões, e questionou onde haverá cortes para sanar o problema. O deputado solicitou o envio dos relatórios de auditoria do instituto a CLDF e cobrou prazos.

Em sua declaração de voto, Grass justificou sua rejeição à indicação por entender que o instituto deva ser extinto, mas deixou claro que sua posição não é sobre a pessoa do general, mas sim em referência ao Iges. "Só tem uma maneira de pagar dívida, que é gastar menos, temos que ver onde reduzir", considerou Gislei, ao alegar que "é muito difícil para quem está chegando" dar respostas e estipular prazos. Ele defendeu medidas estruturantes e responsabilização. "Quem conhece o militar, sabe que ele não compactua com fraude e violação", afirmou.

Controle e transparência

Por sua vez, o deputado Delmasso (Republicanos) lembrou que é defensor do modelo adotado pelo Iges, o qual precisa ser aperfeiçoado na área de controle e transparência. Nesse sentido, ele indagou o indicado sobre o planejamento a fim de aumentar o controle e a transparência na gestão de contratos daquele instituto. "Precisamos melhorar a automatização dos processos", respondeu Gislei, ao observar que a estrutura de compliance, entre outras de controle institucional, está montada, sendo que falta colocá-la em adequado funcionamento. Já o deputado Guarda Jânio cobrou mudanças no instituto e recomendou humanização e dignidade no atendimento diário.

COMENTÁRIOS



JUSTIÇA$type=two$author=hide$comment=hide$readmore=hide$date=hide

EDUCAÇÃO$type=sticky$count=4$l=0$rm=0$a=0$cm=0$m=0

CIDADANIA$type=carousel$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

ECONOMIA$type=complex$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

Nome

# Empreender Brasília,1424,Adoçando a vida,2,agro,7,alimentação saudável,6,Aline Sleutjes,2,almoço,2,amigos,2,Aprovado,1,Arraiá em Casa,1,artigo,64,atacarejo,2,atividade física,1,bazar,1,bebê,1,bichinhos de estimação,1,bolinho de chuva,1,bom humor,1,Brasi,1,Brasil,166,Brasil Certo,253,brasilia,554,Brasília,651,Brasília Empreendedora,3116,cachorro,1,Caipirinha,1,capadr,1,Capital Empreendedora,2317,caravana do leite,1,carnaval,1,carne,1,carne assada,2,Carreira profissional,1,Carro novo,1,ceilândia,1,chocolate,1,Chocolate faz bem,1,Churrasco,2,Cidades,853,CLDF,137,Com cinco unidades no Distrito Federal,5,comércio,1,comida na mesa,2,comida saudável,1,Comper,1,Compras de mercado,2,Condomínio,127,Condomínios,9,Confraternização,1,congresso,1,conselho,1,coronavírus,1,covid19,1,cuidados com o bebê,1,cura da ressaca,1,cursos gratuitos,4,Delmasso,1,Deputada do Agro,1,deputada federal,1,deputadadoagro,1,Detran-DF,2,Dia da Cachaça,1,Dia da Pizza,1,dia do atleta,1,Dia do Micro e Pequeno Empresário,1,Dia dos Avós,1,Dia dos Namorados,1,dica,9,dieta da alegria,1,Distrito Federal,108,doce,1,economia,68,educação,3,Embaixadas,1,empreendedorismo,2073,empreendedorismo social eventos,53,empreender,1776,empreender Brasília,1593,empresas,4,esporte,1,Esportes,2,Eventos,265,família,4,FENACOM,1,Férias com Arraiá,1,Festa do Chope,1,Festival da Feijoada,1,festival de guloseimas,1,Fica a Dica,100,fim de ano,1,fim de semana,2,foco nacional,51,fort atacadista,32,gato,1,geral,198,gestão,425,Goiás,27,grupo pereira,3,Habitação,1,inovacao,318,internacional,2,Internet,4,José Gomes,2,justiça,6,lista de compras,1,Meio Ambiente,1,Mercado Pet,1,Mulher Empreendedora,4,mundo,7,NATAL,1,negocios,624,Negócios,3,noticias,2279,notícias,2758,OAB,50,opinião,254,ovos caseiros,1,pandemia,104,panetone,1,Páscoa 2022,3,pele bonita,2,pets em casa,1,Prêmio Empreender Brasília,220,presente de Natal,1,presente dia dos namorados,1,Presidente Bolsonaro,1,Projeto de Lei,1,promoção,1,Promoção de fraldas,1,Promoção de vinhos,1,promoções,1,renda,166,reunião,1,saúde,7,SINDIVAREJISTA,1,sleutjes,1,Solidão,1,Solteiro e Feliz,1,sorteio,1,sorteio de carros,1,Sorteio de prêmios,1,superação,1,supermercado,1,Sustentabilidade,37,Tecnologia,9,trabalho,230,Troco Solidário,2,Turismo,159,Utilidades,1,Vacinas,1,Vagas de emprego,1,vagas de emprego PCD,1,Varejo,1,Varejo no Brasil,1,vinho,2,
ltr
item
Empreender Brasília: CESC aprova a indicação do general Gislei como presidente do Iges-DF
CESC aprova a indicação do general Gislei como presidente do Iges-DF
http://3.bp.blogspot.com/-QpM-ZVFv0Xc/YUnmdfduASI/AAAAAAADaDU/Fi8bzOWpcow9sjqkdH8VH9byH-4beWWuACK4BGAYYCw/s320/CESC%25286%2529-775632.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-QpM-ZVFv0Xc/YUnmdfduASI/AAAAAAADaDU/Fi8bzOWpcow9sjqkdH8VH9byH-4beWWuACK4BGAYYCw/s72-c/CESC%25286%2529-775632.jpg
Empreender Brasília
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/09/cesc-aprova-indicacao-do-general-gislei.html
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/09/cesc-aprova-indicacao-do-general-gislei.html
true
5829299289675945787
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário