É fake news a informação de que o insumo estaria faltando por causa de queda de energia elétrica ocorrida em setembro


"Não há escassez, não há desabastecimento e não está faltando bolsa de sangue nas sete unidades administrada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF), inclusive no Hospital de Base". É o que diz nota divulgada nesta quarta-feira (6) pela direção do IGES em resposta a informações de que estaria faltando bolsas de sangues no Hospital de Base, administrado pela instituição.

"Notícias sobre suposta falta desse insumo são apenas fake news com o propósito de tentar desacreditar e desqualificar o sistema de saúde publica do Distrito Federal, um dos melhores do Brasil", diz a nota, emitida após alguns veículos de comunicação veicularem a informação de que o Hospital de Base estaria sem sangue suficiente para atender aos pacientes.

A propagação dessa falsa notícia deve-se, segundo o IGES, a um incidente ocorrido em setembro, no quando uma queda no fornecimento de energia elétrica interrompeu o funcionamento do freezer onde ficam armazenadas as bolsas de sangue do Hospital de Base. "Foi um problema pontual e breve, mas que acabou inutilizando várias bolsas", lembrou a chefe do Serviço de Hematologia e Hemoterapia do HB, Miriam Daisy Calmon Scaggion.

Mas o problema foi logo detectado pela direção do hospital, que comunicou a perda à Fundação Hemocentro de Brasília. A FHB, em pouco tempo, repôs o estoque inutilizado. Segundo a direção do HB, nenhum paciente deixou de receber sangue por causa daquele incidente.

Mas o episódio serviu para alertar a população que é preciso recuperar o estoque do banco de sangue da Fundação Hemocentro de Brasília. Por causa da pandemia, desde o final do ano passado o número de doadores vem diminuindo, caindo para 150 doações em média por dia, quando o ideal são 170 a 200 doações diariamente.

Para ajudar a recompor e manter o estoque sempre bem abastecido, pelo segundo ano consecutivo o IGESDF realizou na semana passada campanha de doação de sangue dos colaboradores para o Hemocentro.

Texto: Pelágio Gondim
Fotos: Davidyson Damasceno
Compartilhar:

Viviane Del Sarto

Comente:

0 comentários

Boazinhas