IESB


Opinião - República: o primeiro degrau

Daniel Medeiros* Em 1873, um grupo de fazendeiros e profissionais liberais de São Paulo fundou, na cidade de Itu, o Partido Republicano. Até...

Daniel Medeiros*


Em 1873, um grupo de fazendeiros e profissionais liberais de São Paulo fundou, na cidade de Itu, o Partido Republicano. Até 1889, quando militares deram um golpe e depuseram o imperador, o Partido Republicano havia conseguido eleger apenas três representantes para o Poder Legislativo. Fora os debates restritos em alguns centros urbanos ou nos encontros da maçonaria, a República era uma completa desconhecida da população. No documento de fundação, as principais reivindicações dos republicanos eram a descentralização administrativa e o direito de voltar a cobrar impostos. O país havia acabado de sair da guerra do Paraguai e votado a Lei do Ventre Livre. O censo de 1872 mostrava um país pobre, analfabeto (80% da população não sabia ler e escrever) e com infraestrutura precária, com 38% de brancos e ainda 15% de escravos. A imigração ainda engatinhava, e não mais do que 1% da população votava nas eleições legislativas. Ou seja, não havia, em um primeiro momento, qualquer identificação entre o que queriam os republicanos e o que havia no país.

Em 1889, quando os militares, liderados por Deodoro da Fonseca - que sempre dissera ser monarquista - aposentaram compulsoriamente o já abatido monarca, D. Pedro II e sua herdeira, a princesa Isabel, eram ainda muito populares, principalmente por causa da abolição da escravatura, tema ausente da pauta dos republicanos, pelo menos até 1887. Questões como a integração dos negros ao mercado de trabalho por meio da cessão de terras ou formação técnica-profissionalizante, defendidas por monarquistas como Joaquim Nabuco, recebiam somente a adesão de alguns republicanos “radicais”, como Silva Jardim que, decepcionado com a República por conta da forma como foi proclamada, deixou o Brasil para morrer na Itália em 1891. Abolicionistas históricos, como José do Patrocínio, também seguiram o imperador em seu exílio, decepcionados com a versão autoritária e centralizadora da nova República. Uma das primeiras medidas de Deodoro foi a censura aos jornais. 

Ao mesmo tempo que o país dava um passo à frente,  dava outro para trás. A República, palavra que vem da expressão latina res publica, isto é, coisa do povo, veio sem o povo, como destacaria mais tarde o escritor Lima Barreto: “O Brasil não tem povo, tem público.” 

No dia da proclamação, o jornalista republicano Aristides Lobo, destacou o que viu, em uma carta escrita na tarde do dia 15 e publicada no jornal Diário Popular do dia 18: "Eu quisera poder dar a esta data a denominação seguinte: 15 de Novembro, primeiro ano de República; mas não posso infelizmente fazê-lo. O que se fez é um degrau, talvez nem tanto, para o advento da grande era. Em todo o caso, o que está feito, pode ser muito, se os homens que vão tomar a responsabilidade do poder tiverem juízo, patriotismo e sincero amor à liberdade.
Como trabalho de saneamento, a obra é edificante. Por ora, a cor do Governo é puramente militar, e deverá ser assim. O fato foi deles, deles só, porque a colaboração do elemento civil foi quase nula. O povo assistiu àquilo bestializado, atônito, surpreso, sem conhecer o que significava.

Nos cento e tantos anos do regime republicano, já tivemos ditaduras civis e militares, oligarquias, governos populistas, renúncias, suicídio e impeachments. Subimos os degraus esperados por Aristides? Alguns, sem dúvida. O suficiente? Longe disso. E o que esperar? Com a palavra, os jovens. E boa sorte com a tarefa.

*Daniel Medeiros é doutor em Educação Histórica e professor no Curso Positivo.
daniemedeiros.articulista@gmail.com
@profdanielmedeiros
 

**Artigos de opinião assinados não reproduzem, necessariamente, a opinião do Curso Positivo.

COMENTÁRIOS



JUSTIÇA$type=two$author=hide$comment=hide$readmore=hide$date=hide

EDUCAÇÃO$type=sticky$count=4$l=0$rm=0$a=0$cm=0$m=0

CIDADANIA$type=carousel$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

ECONOMIA$type=complex$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

Nome

# Empreender Brasília,1422,Adoçando a vida,2,agro,7,alimentação saudável,6,Aline Sleutjes,2,almoço,2,amigos,2,Aprovado,1,Arraiá em Casa,1,artigo,64,atacarejo,2,atividade física,1,bazar,1,bebê,1,bichinhos de estimação,1,bolinho de chuva,1,bom humor,1,Brasi,1,Brasil,166,Brasil Certo,253,brasilia,554,Brasília,651,Brasília Empreendedora,3114,cachorro,1,Caipirinha,1,capadr,1,Capital Empreendedora,2317,caravana do leite,1,carnaval,1,carne,1,carne assada,2,Carreira profissional,1,Carro novo,1,ceilândia,1,chocolate,1,Chocolate faz bem,1,Churrasco,2,Cidades,853,CLDF,137,Com cinco unidades no Distrito Federal,5,comércio,1,comida na mesa,2,comida saudável,1,Comper,1,Compras de mercado,2,Condomínio,127,Condomínios,9,Confraternização,1,congresso,1,conselho,1,coronavírus,1,covid19,1,cuidados com o bebê,1,cura da ressaca,1,cursos gratuitos,4,Delmasso,1,Deputada do Agro,1,deputada federal,1,deputadadoagro,1,Detran-DF,2,Dia da Cachaça,1,Dia da Pizza,1,dia do atleta,1,Dia do Micro e Pequeno Empresário,1,Dia dos Avós,1,Dia dos Namorados,1,dica,9,dieta da alegria,1,Distrito Federal,108,doce,1,economia,68,educação,3,Embaixadas,1,empreendedorismo,2073,empreendedorismo social eventos,53,empreender,1776,empreender Brasília,1593,empresas,4,esporte,1,Esportes,2,Eventos,265,família,4,FENACOM,1,Férias com Arraiá,1,Festa do Chope,1,Festival da Feijoada,1,festival de guloseimas,1,Fica a Dica,100,fim de ano,1,fim de semana,2,foco nacional,51,fort atacadista,32,gato,1,geral,198,gestão,425,Goiás,27,grupo pereira,3,Habitação,1,inovacao,318,internacional,2,Internet,4,José Gomes,2,justiça,6,lista de compras,1,Meio Ambiente,1,Mercado Pet,1,Mulher Empreendedora,4,mundo,7,NATAL,1,negocios,624,Negócios,3,noticias,2279,notícias,2758,OAB,50,opinião,254,ovos caseiros,1,pandemia,104,panetone,1,Páscoa 2022,3,pele bonita,2,pets em casa,1,Prêmio Empreender Brasília,220,presente de Natal,1,presente dia dos namorados,1,Presidente Bolsonaro,1,Projeto de Lei,1,promoção,1,Promoção de fraldas,1,Promoção de vinhos,1,promoções,1,renda,166,reunião,1,saúde,7,SINDIVAREJISTA,1,sleutjes,1,Solidão,1,Solteiro e Feliz,1,sorteio,1,sorteio de carros,1,Sorteio de prêmios,1,superação,1,supermercado,1,Sustentabilidade,37,Tecnologia,9,trabalho,230,Troco Solidário,2,Turismo,159,Utilidades,1,Vacinas,1,Vagas de emprego,1,vagas de emprego PCD,1,Varejo,1,Varejo no Brasil,1,vinho,2,
ltr
item
Empreender Brasília: Opinião - República: o primeiro degrau
Opinião - República: o primeiro degrau
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEiMe1-rpIc_d8AAbtp8rRV2qy0uSGo5Os0ESQ131RczcxQZoBwcA1FLICyxQ7DKHPgvx3GzP6vRR4lYMJjomXbRUqs2TUBJycy1n5ZejIGAtJW5cKfdbuhwjEpYIyz1kxkrG3ePCzPdXACRltXfbGLFELhG9hUKphvdaPoWVeufLKK_yNtqrXhemZk5=s320
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEiMe1-rpIc_d8AAbtp8rRV2qy0uSGo5Os0ESQ131RczcxQZoBwcA1FLICyxQ7DKHPgvx3GzP6vRR4lYMJjomXbRUqs2TUBJycy1n5ZejIGAtJW5cKfdbuhwjEpYIyz1kxkrG3ePCzPdXACRltXfbGLFELhG9hUKphvdaPoWVeufLKK_yNtqrXhemZk5=s72-c
Empreender Brasília
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/11/opiniao-republica-o-primeiro-degrau.html
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/11/opiniao-republica-o-primeiro-degrau.html
true
5829299289675945787
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário