Distritais reclamam de descaso do governo com o Legislativo local

Abrantes lamentou ausência do governo em debate sobre regularização fundiária

Durante a sessão ordinária da Câmara Legislativa desta quarta-feira (2), distritais reclamaram de "descaso" do governo do Distrito Federal com as atividades do Legislativo local. Conforme informou o deputado Cláudio Abrantes (sem partido), audiência pública realizada pela Casa na noite de ontem, em Planaltina, para debater regularização fundiária não contou com a participação de representantes do GDF. "Estavam presentes mais de 200 moradores, e nem a Codhab (Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF) nem a Diretoria de Regularização Fundiária enviaram representantes para sanar dúvidas da população", criticou.

Abrantes lamentou, ainda, a ausência de funcionários da própria Administração Regional de Planaltina no debate. "Cerca de 70% da área urbana daquela cidade está em situação irregular, e desprezaram um importante canal de diálogo com a população", apontou. E concluiu: "O GDF dá de ombros para o Parlamento". Diante da situação, o distrital anunciou que irá protocolar, ainda nesta tarde, requerimento de convocação do diretor da Codhab e de Regularização Fundiária.

A reclamação feita por Abrantes recebeu a solidariedade de outros distritais, que lamentaram não ser rara a ausência do governo em debates de relevância social promovidos pela Casa. "Planaltina é uma cidade histórica e foi desrespeitada com essa omissão", classificou Wasny de Roure (PT), para quem o GDF parece governar só para o Plano Piloto. O distrital argumentou que a CLDF e o Buriti devem servir a toda a população do DF, e que "a cidade cresce quando colaboramos mutuamente".

O presidente da Câmara Legislativa, deputado Joe Valle (PDT), lembrou não ter sido a primeira vez que uma audiência pública da Casa acontece sem a presença de qualquer representante do Executivo que tenha sido convidado. Ele se comprometeu a levar essa reclamação ao governador Rodrigo Rollemberg.
Compartilhar

About Unknown

0 comentários:

Postar um comentário