IESB

Parceria entre produtoras rurais leva alimentos orgânicos de qualidade à mesa de brasilienses

Ivone Machado e Maria do Carmo Pereira são vizinhas e moram no Assentamento Chapadinha, no Lago Oeste, onde cultivam alimentos diversos sem ...

Ivone Machado e Maria do Carmo Pereira são vizinhas e moram no Assentamento Chapadinha, no Lago Oeste, onde cultivam alimentos diversos sem o uso de agrotóxicos ou fertilizantes químicos


Enquanto muitas pessoas reclamam de ter de conviver com vizinhos, há quem aproveite essa experiência para estabelecer uma relação de confiança, amizade e até mesmo algo mais próspero economicamente. Um exemplo dessa relação pode ser encontrado no Assentamento Chapadinha, área localizada no Núcleo Rural Lago Oeste, próximo a Sobradinho e ao Parque Nacional de Brasília. Lá vivem as produtoras rurais Ivone Ribeiro Machado, 62 anos, e Maria do Carmo Souza Pereira, 66, que atualmente cultivam e fornecem a centenas de brasilienses alimentos sem o uso de agrotóxicos sintéticos ou fertilizantes químicos.

A trajetória das duas como produtoras rurais começou a ser esboçada no ano de 2005. Naquela época, Ivone e a “irmã Carmen”, como é popularmente conhecida Maria do Carmo, aguardavam pelo fracionamento e a distribuição da área do assentamento e nutriam a vontade de produzir alimentos para serem comercializados nas feiras do Distrito Federal, ao mesmo tempo em que poderiam levar uma vida com dignidade e tranquilidade a poucos quilômetros da zona urbana do DF. Esse desejo uniu as duas produtoras e suas respectivas propriedades, divididas por apenas uma cerca.

As duas iniciaram, então, uma parceria que perdura até os dias atuais e que, além de garantir gargalhadas, boas histórias e cultivos de qualidade em suas propriedades, o Sítio Grande Conquista, de Ivone, e o Sítio Três Crioulos, da irmã Carmen, ainda corroboram para preservar a biodiversidade existente nos arredores do Parque Nacional de Brasília. Antigamente, a área em que está situado o Assentamento Chapadinha era uma grande lavoura de soja, o que acabou prejudicando a diversidade biológica da região.

A curta distância entre as propriedades, somada ao engajamento da dupla nas ações promovidas pela Associação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Assentamento Chapadinha (Astraf) fortaleceram o laço de amizade e permitiram que as produtoras pudessem trabalhar juntas no campo e também na comercialização de frutas, verduras, legumes e hortaliças. “Uma virou a bengala da outra. Eu ajudo a irmã Carmen e ela me ajuda. A gente produz, colhe, leva os alimentos no mesmo carro e vende na mesma banca”, conta Ivone. “A gente senta, conversa, altera alguma coisa e coloca o negócio para funcionar. Damos a cara para bater”, acrescenta irmã Carmen.

Cada propriedade conta com uma área de 10 hectares, o que segundo a dupla permite o cultivo de várias culturas ao mesmo tempo. O plantio dos alimentos sempre é feito com divisão de trabalho, para que uma não cultive algo que a outra já esteja produzindo. Por exemplo: enquanto Ivone planta brócolis, cujo o tempo colheita após a semeadura varia entre 75 e 100 dias, a irmã Carmen aguarda alguns dias para iniciar o plantio da mesma variedade e, nesse intervalo de tempo, cultiva outras culturas. Recentemente, Ivone colheu maçãs em pleno Cerrado.

A organização exibida pelas produtoras é o resultado de um trabalho de longo prazo e foi viabilizada graças às mobilizações feitas pela Astraf, ainda no início do assentamento, em 2005. O Sebrae no Distrito Federal, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater/DF), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e a Fundação Banco do Brasil foram algumas instituições que firmaram parceria com a associação e começaram a apoiar as dezenas de famílias que se instalaram na região. “Do Sebrae eu lembro bem. Eles chegaram em 2010 por meio do Produção Agroecológica Integrada Sustentável (PAIS) – solução que melhora a qualidade de vida de trabalhadores rurais promovendo inclusão social e geração de renda para comunidades do campo –, que de lá para cá foi muito importante para nós. Eles conduziram os primeiros passos, realizaram vários cursos e fizeram com que nós pudéssemos melhorar de vida”, garante Ivone.

O apoio da instituição foi fundamental para que os alimentos produzidos nas duas propriedades fossem reconhecidos pela sociedade brasiliense. Além das capacitações, Ivone e irmã Carmen participaram de eventos apoiados pelo Sebrae, como a AgroBrasília e o FestFlor. Elas ainda chegaram a integrar uma missão técnica de produtores para o município de São João da Aliança, no estado de Goiás, onde expandiram seus conhecimentos, sobretudo conheceram técnicas de plantio e irrigação.

Mas o diferencial do negócio se consolidou mesmo em 2013, quando as produtoras, orientadas pelo Sebrae, adaptaram suas técnicas de cultivo e começaram a produzir alimentos orgânicos. Na época, as duas receberam a certificação de Organizações de Controle Social (OCS), conferida pelo Ministério da Agricultura a grupos, associações, cooperativas ou consórcios de produtores rurais. A certificação é um documento de conformidade de produção orgânica participativa e contém todos os dados do produtor e da propriedade, incluindo o número de cadastro, meio pelo qual é possível encontrar, no site do Ministério, o produtor e a lista de produtos que ele cultiva.

Em 2018, novamente com apoio do Sebrae no DF, Ivone e irmã Carmem receberam a certificação IBD título que garante um diferencial de mercado ao produto comercializado e mostra ao consumidor que aquele alimento foi produzido em equilíbrio com o solo, o meio ambiente e a cadeia produtiva. O selo vai na embalagem do produto e atesta confiabilidade e procedência, fatores que permitem a expansão da comercialização. “O Sebrae se prontificou em nos ajudar a conseguir essa certificação. Não sabíamos dessa iniciativa e isso nos ajudou bastante”, diz irmã Carmen.

As duas produtoras nutrem um carinho especial com os colaboradores do Sebrae que atendem aos produtores rurais do assentamento. A dupla é só elogios ao trabalho desenvolvido, que permitiu sobretudo a participação nas compras públicas dos programas Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) de Aquisição de Alimentos (PAA). “Éramos cegas e eles abriram os nosso olhos”, assegura Ivone.

Com a o início da pandemia ocasionada pela Covid-19, as produtoras precisaram se adaptar devido ao fechamento das feiras no DF. A dupla logo começou a utilizar canais digitais para receber pedidos e fazer entregas no Lago Norte, Asa Norte, Asa Sul, Vila Planalto, Sudoeste, Cruzeiro, Setor Militar Urbano, Candangolândia, Park Way e Núcleo Bandeirante. As entregas no início da pandemia eram feitas semanalmente e somavam mais de 100 locais diferentes. Com o relaxamento nas restrições a dupla não parou de fazer delivery, mas apenas alterou os prazos para algumas regiões do DF. “Foi necessário aprender a usar Instagram e WhatsApp. E não é que a gente tem aprendido?”, diz irmã Carmen.

As duas ainda voltaram a participar de feiras devido ao agravamento da pandemia na capital federal. No entanto, Ivone e a irmã Carmen seguem trabalhando diariamente para levar comida de saudável e de qualidade à mesa dos mais de 3,5 milhões de brasilienses. “Queremos que a comida das pessoas seja decente e repleta de amor. Enquanto vida tivermos, vamos trabalhar aqui nos nossos quintais para garantir isso. O que plantamos tem um certificado de qualidade, mas, sobretudo, tem amor e isso ninguém tira de nós”, completam as produtoras.

Serviço – Sítio Grande Conquista e Sítio Três Crioulos

Contato: 61 9999-1905 e/ou 61 99658-1322

Instagram: @sitio_grande_conquista

COMENTÁRIOS

JUSTIÇA$type=two$author=hide$comment=hide$readmore=hide$date=hide

EDUCAÇÃO$type=sticky$count=4$l=0$rm=0$a=0$cm=0$m=0

CIDADANIA$type=carousel$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

ECONOMIA$type=complex$count=4$l=0$cm=0$rm=0$d=0

Nome

# Empreender Brasília,1522,Adoçando a vida,2,agro,7,alimentação saudável,6,Aline Sleutjes,2,almoço,2,amigos,2,Aprovado,1,Arraiá em Casa,1,artigo,64,atacarejo,2,atividade física,1,bazar,1,bebê,1,bichinhos de estimação,1,bolinho de chuva,1,bom humor,1,Brasi,1,Brasil,166,Brasil Certo,253,brasilia,554,Brasília,939,Brasília Empreendedora,3214,cachorro,1,Caipirinha,1,capadr,1,Capital Empreendedora,2320,caravana do leite,1,carnaval,1,carne,1,carne assada,2,Carreira profissional,1,Carro novo,1,ceilândia,3,chocolate,1,Chocolate faz bem,1,Churrasco,3,Cidades,854,CLDF,137,Com cinco unidades no Distrito Federal,5,comércio,1,comida na mesa,2,comida saudável,1,Comper,1,Compras de mercado,2,Condomínio,127,Condomínios,9,Confraternização,1,congresso,1,conselho,1,coronavírus,1,covid19,1,cuidados com o bebê,1,cura da ressaca,1,cursos gratuitos,4,Delmasso,1,Deputada do Agro,1,deputada federal,1,deputadadoagro,1,Detran-DF,2,Dia da Cachaça,1,Dia da Pizza,1,dia do atleta,1,Dia do Micro e Pequeno Empresário,1,Dia dos Avós,1,Dia dos Namorados,1,dica,9,dieta da alegria,1,Distrito Federal,108,doce,1,economia,68,educação,5,Embaixadas,1,empreendedorismo,2073,empreendedorismo social eventos,53,empreender,1999,empreender Brasília,1733,empresas,4,esporte,1,Esportes,2,Eventos,265,família,4,FENACOM,1,Férias com Arraiá,1,Festa do Chope,1,Festival da Feijoada,1,festival de guloseimas,1,Fica a Dica,100,fim de ano,1,fim de semana,2,foco nacional,51,fort atacadista,34,gato,1,geral,198,gestão,425,Goiás,27,grupo pereira,3,Habitação,1,inovacao,318,internacional,2,Internet,4,José Gomes,2,justiça,6,lista de compras,1,Meio Ambiente,1,Mercado Pet,1,Mulher Empreendedora,4,mundo,7,NATAL,1,negocios,624,Negócios,3,noticias,2279,notícias,2758,OAB,50,opinião,254,ovos caseiros,1,pandemia,104,panetone,1,Páscoa 2022,3,pele bonita,2,pets em casa,1,Prêmio Empreender Brasília,302,presente de Natal,1,presente dia dos namorados,1,Presidente Bolsonaro,1,Projeto de Lei,1,promoção,2,Promoção de fraldas,1,Promoção de vinhos,1,promoções,1,renda,166,reunião,1,saúde,7,SINDIVAREJISTA,1,sleutjes,1,Solidão,1,Solteiro e Feliz,1,sorteio,1,sorteio de carros,2,Sorteio de prêmios,1,superação,1,supermercado,1,Sustentabilidade,37,Tecnologia,10,trabalho,230,Troco Solidário,2,Turismo,159,Utilidades,1,Vacinas,1,Vagas de emprego,1,vagas de emprego PCD,1,Varejo,1,Varejo no Brasil,1,vinho,2,
ltr
item
Empreender Brasília: Parceria entre produtoras rurais leva alimentos orgânicos de qualidade à mesa de brasilienses
Parceria entre produtoras rurais leva alimentos orgânicos de qualidade à mesa de brasilienses
https://1.bp.blogspot.com/-KT1OVjz3K1c/YGhn9UsmXhI/AAAAAAAAfjo/Kucd334svrcda5Slj1ZtFOMgm6721PhAQCLcBGAsYHQ/s16000/Parceria%2Bentre%2Bprodutoras%2Brurais%2Bleva%2Balimentos%2Borg%25C3%25A2nicos%2Bde%2Bqualidade%2B%25C3%25A0%2Bmesa%2Bde%2Bbrasilienses.jpeg
https://1.bp.blogspot.com/-KT1OVjz3K1c/YGhn9UsmXhI/AAAAAAAAfjo/Kucd334svrcda5Slj1ZtFOMgm6721PhAQCLcBGAsYHQ/s72-c/Parceria%2Bentre%2Bprodutoras%2Brurais%2Bleva%2Balimentos%2Borg%25C3%25A2nicos%2Bde%2Bqualidade%2B%25C3%25A0%2Bmesa%2Bde%2Bbrasilienses.jpeg
Empreender Brasília
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/04/parceria-entre-produtoras-rurais-leva.html
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/
https://www.empreenderbrasilia.com.br/2021/04/parceria-entre-produtoras-rurais-leva.html
true
5829299289675945787
UTF-8
Carregar todos Post não encontrado Ver Todos Ler Mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGS POSTS Ver TUDO RELACIONADAS TÓPICO ARQUIVO BUSCAR TODOS A busca não retornou respostas Início Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora 1 minuto há $$1$$ minutos 1 hora há $$1$$ horas Ontem há $$1$$ dias há $$1$$ semanas há mais de 5 semanas Seguidores Seguir CONTEÚDO EXLUSIVO - COMPARTILHE PARA ACESSAR 1º Compartilhe em suas redes sociais para liberar 2º Clique no link compartilhado em sua rede social Copiar TUDO Selecionar TUDO Todos os códigos foram copiados Códigos/textos não copiados, pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C no Mac) para copiar Sumário